Ana Maria Braga se emociona ao falar de Brumadinho: ‘É preciso se colocar no lugar do outro’

Redação - O Estado de S.Paulo

‘Mais Você’ dedica maior parte do programa para trazer as últimas notícias da tragédia em Minas Gerais

A apresentadora Ana Maria Braga se emociona na cobertura da tragédia em Brumadinho.

A apresentadora Ana Maria Braga se emociona na cobertura da tragédia em Brumadinho. Foto: Reprodução/TV Globo

Ana Maria Braga é uma jornalista experiente. Mesmo com o talento do improviso, sobretudo nas coberturas chamadas ‘ao vivo’, a apresentadora do Mais Você não conseguiu conter a emoção nesta terça-feira, 29, ao falar sobre as inúmeras pessoas que perderam seus lares e os animais que estão sendo sacrificados por causa da tragédia.

Depois de assistir aos depoimentos das vítimas, os olhos de Ana Maria Braga ficaram cheios de lágrimas. “Não estou fazendo o ‘jogo do contente’. A gente precisa se colocar no lugar do outro e ver que, por pior que seja a situação, somos felizes”, disse a apresentadora ao mencionar que é preciso ter empatia por todos aqueles que tiveram suas casas invadidas pela lama da barragem que se rompeu em Brumadinho.

Em outro momento do programa, Sandra Annenberg, apresentadora do Jornal Hoje, também compartilhou uma experiência pessoal na região. A jornalista falou que conhecia a pousada ao lado de Inhotim e que foi devastada pela queda da barragem. 

 “É como você disse, Ana, é preciso ter empatia”, disse, visivelmente emocionada com a situação.

 

A apresentadora Sandra Annenberg.

A apresentadora Sandra Annenberg. Foto: Reprodução/TV Globo

 

Desde a segunda-feira, 28, o Mais Você tem dedicado grande espaço para a cobertura da tragédia em Minas Gerais, com repórteres espalhados pela região. 

Além disso, Ana Maria Braga mostrou uma série de fotos que estão sendo compartilhadas nas redes sociais e que são atribuídas ao desastre, porém, são imagens falsas. “Se você receber essa foto, não compartilha. Não tem sentido nenhum. Não acredito que as pessoas param em um momento trágico como esse para distribuir essas fotos!”, afirmou. 

Nas imagens, uma grávida aparece coberta por lama, mas a fotografia foi realizada durante um protesto em 2013 sobre a violência contra a mulher no campo. Em outra foto, um bombeiro de Minas Gerais aparece abraçando um homem sujo de lama. O caso aconteceu em 2011, em uma coutra ocorrência no Estado, e não em Brumadinho em 2019.