Americano de reality show sobre obesidade mórbida morre com 400 quilos 

Redação - O Estado de S.Paulo

James King lutava contra o ganho de peso e ficou conhecido pelo programa ‘Quilos Mortais’

James King se via como um fardo para a família e, dois anos atrás, já dizia que esperava a morte. 

James King se via como um fardo para a família e, dois anos atrás, já dizia que esperava a morte.  Foto: Reprodução de 'My 600-lb Life' / TCL Network

James King, ex-participante do reality show americano My 600-lb Life (Quilos Mortais, no Brasil), sobre a vida de pessoas com obesidade mórbida, morreu, aos 49 anos, em um hospital do Tennessee, Estados Unidos, no último sábado, 4. Ele estava enfrentando problemas de saúde causados pelos seus quase 400 quilos. 

A informação foi confirmada nesta segunda, 6, pelo canal do programa, a TLC Network, que lamentou a perda no Twitter. O homem ficou conhecido pelas suas tentativas de perder peso, mas não estava conseguindo. Pelo contrário, ele apareceu na TV com 358 quilos e, chegou aos 381 em 2018, segundo o portal americano TMZ. Em sua participação em Quilos Mortais, ele dizia que se sentia “um fardo para a família esperando para morrer.”

O motivo específico de sua internação não foi divulgada, mas ele vinha sendo hospitalizado há anos. Alguns fãs do reality show criticavam sua mulher, Lisa, que cedia ao desejo compulsivo que o marido sentia de comer, dando-lhe lanches e outros alimentos prejudiciais à saúde. Segundo ela, ele ficava bravo caso fosse submetido a dietas restritivas.

James King deixa sua esposa, quatro filhas, dois filhos, netos, pai e irmão.