Nova York ganha exposição para comemorar 90 anos de Mickey Mouse

Redação - O Estado de S.Paulo

Evento mostra a história do personagem e leva ao público obras de artistas baseados em relógio, camiseta e pelúcia que lhe representa 

Exposição conta com efeitos surrealistas inspirados no icônico relógio do Mickey Mouse.

Exposição conta com efeitos surrealistas inspirados no icônico relógio do Mickey Mouse. Foto: Reprodução de cena de 'Mickey: The True Original Exhibition' (2018) / Disney

A Disney não seria a mesma sem Mickey Mouse. O rato é a figura mais emblemática da marca e moldou gerações que se divertiram com ele. Assim, a companhia decidiu celebrar o 90º aniversário do camundongo com a exposição Mickey: The True Original Exhibition, em Nova York, que estreia em novembro deste ano e vai até fevereiro de 2019.

O evento conta com parcerias com grafiteiros, escultores, artistas e designers. "Esperamos que os convidados gostem das instalações multimídias épicas, das experiências fotográficas e das surpresas que encontrarão", diz o presidente de comercialização de produtos da Disney, Ken Potrock.

A mostra tem cerca de 1.500 metros quadrados e vai exibir a história do personagem, recordando desde a estreia dele no curta-metragem em preto e branco Steamboat Willie, em 1928, até as produções mais recentes. O público passará por mais de cem obras protagonizadas pelo mascote e verá artes exclusivas e originais de artistas contemporâneos.

As instalações foram pensadas até o momento a partir de três itens marcantes de Mickey: o relógio, a camiseta e a pelúcia.

O designer Kenny Scharf, por exemplo, criou um espaço interativo e surrealista chamado Caverna Cósmica, inspirado no relógio de Mickey. Nele, os fãs têm a opção de fazer uma tour online de 360 graus pelo universo do personagem sem sair de suas casas.