Vídeo mostra blogueira acusada de racismo fazendo comentários homofóbicos

Redação - O Estado de S.Paulo

Miroslava Duma foi afastada de sua própria marca após postar uma foto com uma brincadeira com a música 'Ni**as in Paris'

Blogueira afirmou que a modelo trans Andreja Pejić e o blogueiro Bryanboy não devem ser exemplos para meninos pequenos

Blogueira afirmou que a modelo trans Andreja Pejić e o blogueiro Bryanboy não devem ser exemplos para meninos pequenos Foto: REUTERS/Charles Platiau

Na noite de segunda, 22, a blogueira russa Miroslava Duma postou no Stories do Instagram um bilhete que recebeu da amiga Ulyana Sergeenko com uma brincadeira com a música Ni**gas' in Paris, de Kanye West e Jay-Z, u fazendo referência à palavra “niggas”, que é considerada racista quando usada por brancos. Após a repercussão do caso, ela foi afastada da diretoria da marca The Tot, especializada em produtos para mães e crianças, da qual é uma das fundadoras. 

Agora, alguns internautas acharam um vídeo antigo de uma palestra na qual Miroslava está falando sobre o seu site, o Buro247, quando alguém da platéia a pergunta sobre o blogueiro Bryanboy, que é adepto da moda sem gênero, e sobre a modelo trans Andreja Pejic. "Você falou sobre Bryanboy e seu estilo... Ele veste roupas de mulher. A moda feminina está sendo desfilada por homens agora. Qual sua opnião sobre Andrej Pejić [sic], que estrela campanhas de moda praia femina? Você considera isso normal?"

"Honestamente, eu não gosto disso", respondeu. "Porque, em algum lugar, na TV ou em uma revista, um menino pode ver isso e não entender da maneira correta. Acho que um tipo de censura e cultura refinada é preciso aqui."

 

Ela continuou, acrescentando que esta não é uma tendência do mercado, e fazendo críticas a Paris Hilton e Kim Kardashian. "Eu diria que tem uma pessoa esquisita chamada Bryanboy e uma outra pessoa estranha que se denomina Andreja Pejić, mas de quem mais podemos lembrar? Ainda bem que não existem muitos deles e espero que esta modinha passe logo. Eu nunca publicaria Pejic, no Buro somos muito preocupados com a beleza e a pureza do que divulgamos. E, honestamente, assim como outras pessoas 'maravilhosas' como Paris Hilton e Kim Kardashian nunca sairiam no nosso site porque, bem, respeitamos demais os nossos leitores para isso." 

O próprio Brianboy, que possui mais de 666 mil seguidores, compartilhou o vídeo: "Racismo e fanatismo nunca são legais. Acho que eu sou muito estranho... Aliás, acabei de ver isso no Twitter, estou tão chocado quanto vocês", escreveu ele.  

Entre as mensagens de apoio que recebeu, estava a da blogueira Aimee Song, considerada uma das mais importantes do mercado. "Isso é frustrante. Bom, eu prefiro ser estranha do que básica. Você é único e em edição limitada. Por que iria querer ser como todo o mundo? E garotos deveriam poder usar o que quiserem. Não tem nada de errado em homens usando roupas de mulheres. Às vezes você as usa muito melhor do que nós. Mostre como se faz", disse ela.