Tommy Hilfiger sai em defesa de Melania Trump

- O Estado de S.Paulo

Estilista afirma que teria orgulho em ver a primeira-dama com suas criações depois de Sophie Theallet declarar que não quer vesti-la

Melania Trump recebeu o apoio de Tommy Hilfiger.

Melania Trump recebeu o apoio de Tommy Hilfiger. Foto: REUTERS/Rick Wilking

Sophie Theallet, queridinha de Michelle Obama, declarou recentemente que não vai trabalhar com Melania Trump em uma carta no Twitter. A estilista também incentivou os colegas a ficarem longe da primeira-dama e não apoiarem o governo de Donald Trump. Logo em seguida, Tommy Hilfiger saiu em defesa de Melania. 

Ao 'Women's Wear Daily', o estilista declarou que ficaria honrado em ver suas peças na futura primeira-dama dos Estados Unidos. "Eu acho que Melania é uma mulher muito bonita e qualquer designer deve se orgulhar em vesti-la."

Tommy também diz que as pessoas não devem tornar isso algo político. "Todos estavam muito felizes em vestir Michelle. Eu tenho uma visão estética, é sobre beleza", conta. 

Os motivos que levaram Theallet a tomar a decisão têm a ver com as questões preconceituosas e sexistas que permeiam o governo de Donald Trump.