Saltos baixos e chapéus: entenda o dress code de um casamento real

Redação - O Estado de S.Paulo

O que deverão usar os 2640 convidados do casamento do príncipe Harry com Meghan Markle

São esperados 2600 convidados no casamento do príncipe Harry com Meghan Markle. Desses, apenas 600 irão assistir a cerimônia de dentro da capela St. George

São esperados 2600 convidados no casamento do príncipe Harry com Meghan Markle. Desses, apenas 600 irão assistir a cerimônia de dentro da capela St. George Foto: Eddie Mulholland/Reuters

Muitas questões de moda cercam um casamento: como será o vestido da noiva? E os das madrinhas? O que é apropriado para um convidado usar e o que não é? E, se tratando de um casamento real, como a união do príncipe Harry com Meghan Markle, que está marcada para sábado, 18, estes questionamentos são elevados à máxima potência - ainda mais porque o evento tem uma lista de convidados que conta com a rainha Elizabeth II, Kate Middleton e seus filhos George e Charlotte. 

O que a realeza irá usar é um mistério, mas os 2640 convidados  para recepcionar Harry e Meghan no castelo de Windsor devem seguir algumas regras de vestimenta.  

A primeira delas é evitar saltos altíssimos, mas usar rasteiras não é de bom tom. O ideal é optar por saltos médios, que alongam as pernas de uma maneira elegante. As 600 pessoas que irão assistir a cerimônia de dentro da capela St. George devem evitar ficar mais altos do que os membros da realeza, o que é considerado rude. 

Para um casamento real, menos é mais. É recomendado que os homens usem um casaco preto ou cinza, colete, calça e sapatos sociais. Militares deverão usar seus uniformes. Para as mulheres, é melhor evitar decotes avantajados, peças curtas (o ideal é abaixo do joelho), e transparências. As joias e acessórios deverão ser discretos. 

Para o matrimônio de Harry e Meghan, o uso de chapéus ou casquetes é obrigatório para as mulheres, mas o acessório não pode restringir ou bloquear a visão de outros convidados. O uso de cartola é opcional para os homens.