Roteiro de compras: Bom Retiro

Marina Domingues - O Estado de S.Paulo

A cidade de São Paulo é repleta de possibilidades para quem não dispensa uma tarde de compras. Aqui, desvendamos o bairro do Bom Retiro

Localizado na região central de São Paulo, o Bom Retiro é conhecido pela atividade industrial, principalmente os setores de tecelagem e confecção. Ali se encontram fábricas, centros atacadistas e lojas, muitas lojas de roupa, sapatos, bolsas e por aí vai. As opções são tantas que é preciso ajuda na hora de encontrar os melhores achados pelas ruas do bairro. Por isso, fizemos um roteiro esperto da região, com dicas para se dar bem sem gastar muito.

Olha que linda – Loja de bijoux super bacanas, com colares statement, uma infinidade de brincos, desde os mais delicados até as argolas e os gigantes, anéis e muitos acessórios de cabelo, sempre de acordo com as tendências da vez. Uma ótima opção para quem não quer se deslocar até a Rua 25 de Março. R. José Paulino, 116

Leia também:

Just Lulu – Com uma pegada mais sensual, a Just Lulu é ideal para as fãs de saias curtas, vestidos recortados ou calças destroyed. O preço é um pouco acima da média da rua, mas ainda assim vale a pena! R. José Paulino, 138

Morango – Aqui você vai encontrar o paraíso das bolsas. A loja é estreita e vive cheia, por isso é preciso paciência para procurar nas prateleiras. As clutches merecem atenção especial, cheia de detalhes e, muitas vezes, com alças opcionais. Promoções são constantes. R. José Paulino, 270 

Borisu – Bem pertinho da Morango, aqui você vai encontrar boas opções de camisas e tops com tecidos mais finos. Os tamanhos são grandes, então se você é pequena nem passe por aqui: as peças começam no 38 e olhe lá! Dica para quem procura roupas maiores. R. José Paulino, 271

Chaville – A Chaville é uma loja de calças sociais. Claro que você vai encontrar mais que isso lá, mas é só entrar ali para perceber o que atrai tantas mulheres. Coloridas, neutras, justas, flares, curtas, com textura, com cinto ou estampadas. Tudo que você imaginar, com um ótimo corte e um ótimo preço. R. José Paulino, 349

 KES – Loja mais jovem, com muitas estampas divertidas, mood rock’n’roll, bastante couro ecológico e jaquetas descoladas. Está sempre cheia, então é preciso disputar espaço nas araras. Tem até um espaço reservado para a marca de biquínis própria, a Kiminis. R. José Paulino, 440

Oxo Paxo – Assim como muitas lojas da região, a Oxo Paxo tem épocas ótimas e épocas nem tanto. Mesmo assim ela vale a visita, já que, até quando não está em seus melhores momentos, tem bons básicos e essenciais para o closet. Em tempos bons, procure peças com inspirações boho. R. José Paulino, 450

Studio TK – Essa é de ouro! A Studio TK tem dois espaços da Rua José Paulino, mas esse foi reformado e é mais organizado que o primeiro. Prepare-se para mulheres enlouquecidas fuçando em todas as araras da loja. Os preços são ótimos no atacado – a partir de oito peças, mas duvido que você vai conseguir sair de lá com menos que isso. Vestidos para o dia-a-dia, macacões, tops levinhos, jaquetas de couro ecológico, saias de tricô e calças, tudo com uma pegada casual chic. R. José Paulino, 504/ 512

Malagueta – Estampas, estampas e mais estampas. Uma espécie de Farm do Bom Retiro, a Malagueta não economiza nos desenhos. Difícil encontrar uma peça neutra, tudo ali é muito colorido. Se você gosta do mood, abuse dos vestidos rodadinhos, que são a cara do verão. R. José Paulino, 541

Erre Erre – Vale o detour, já que é a única que não fica na Rua José Paulino, mas é bem perto. Cheia de tendências do momento, é ideal para quem quer aderir ao top cropped, por exemplo, sem gastar horrores. O melhor é visitar a loja em troca de coleção, já que as peças mais legais somem das araras em pouco tempo. R. Aimorés, 264