Ronaldo Fraga mixa época, ciganismo e Amazônia em figurino de ópera

Redação - O Estado de S.Paulo

'La Vida Breve' será apresentada no Theatro da Paz, em Belém

Uma das cenas de 'La Vida Breve', com a mortalha de urubus do Ver-o-Peso da personagem Salud

Uma das cenas de 'La Vida Breve', com a mortalha de urubus do Ver-o-Peso da personagem Salud Foto: Elza Lima/Divulgação

Parte da programação do 17º Festival de Ópera do Theatro da Paz, em Belém, La Vida Breve tem figurino assinado por Ronaldo Fraga. A estreia do espetáculo acontece na próxima quinta, 9, com récitas também nos dias 10 e 11 de agosto.

Escrita em 1904 por Manuel de Falla, a montagem de La Vida Breve investe numa ambientação atemporal para narrar uma turbulenta história de amor entre a cigana Salud, de classe pobre, e Paco, de uma família abastada. Ela se apaixona por ele, que a ilude e se casa com uma moça de sua classe social.

Os croquis de Ronaldo Fraga para a ópera 'La Vida Breve'

Os croquis de Ronaldo Fraga para a ópera 'La Vida Breve' Foto: Ronaldo Fraga/Divulgação

O ponto de partida para a criação dos looks dos personagens foi a cor roxa, representativa, na opinião de Ronaldo, dos temas abordados pelo espetáculo (paixão, morte, conflito de classes). Assim, ele definiu uma cartela que vai de tons mais claros aos mais profundos da cor, combinada a roupas com um toque de época, referências ciganas e à cultura amazônica. “Decidi incluir um toque paraense nas criações, que pode ser notado nas estampas ou no urubu do Mercado Ver-o-Peso bordado na mortalha da personagem principal”, revela Ronaldo.

Outro momento de 'La Vida Breve', em que Ronaldo Fraga mixa referências ciganas e amazônicas

Outro momento de 'La Vida Breve', em que Ronaldo Fraga mixa referências ciganas e amazônicas Foto: Elza Lima/Divulgação

A direção cênica e iluminação de La Vida Breve são de Caetano Vilela, com direção de bailarinos solistas do coreógrafo argentino Luis Arrieta e cenografia de Duda Arruk. O elenco é formado majoritariamente por paraenses, entre eles a soprano Lanna Bastos (Salud), o tenor Antonio Wilson (Paco), além do barítono uruguaio Marcyo Bonefon, convidado para a cena do casamento.

 

LA VIDA BREVE

ONDE: Theatro da Paz - Rua da Paz, s/n, Centro, tel.: 91-4009-8750, theatrodapaz.com.br

QUANDO: 9, 10 e 11 de agosto às 20h

QUANTO: Plateia, varanda, frisa e cam. 1ª: R$ 80; camarote de 2ª: R$ 40; galeria: R$ 20; paraíso: R$ 10. À venda AQUI