Ronaldo Fraga e sua cidade caótica

Mariana Belley - O Estado de S.Paulo

Coleção do estilista mineiro causa impacto com modelos vermelhas e coleção sofisticada

Desfile Ronaldo Fraga Inverno 2015

Desfile Ronaldo Fraga Inverno 2015 Foto: Estadão

Antes de começar o desfile, um cachorro e seu adestrador entraram na passarela e distraíram os convidados. O motivo para isso era um protesto em prol dos animais. Na camiseta do adestrador e na plaquinha pendurada no pescoço da cadelinha, a frase: "Animal não é grife".

Depois, Cida Moreira, de peruca vermelha, cantou e tocou no piano toda a trilha sonora do desfile,, que foi de 'Geni', de Chico Buarque, até 'Back to Black', de Amy Winehouse.

O desfile. "Toda cidade é um ser vivo. Um ser que influencia a forma como consumimos, comemos, vestimos e nos relacionamos. Um ser que guarda nas suas pedras e ruas a escrita da memória dos nossos fantasmas. Dentro de nós, reproduzimos a cidade que nos habita, impávida e implacável.", explica Ronaldo.

Ronaldo Fraga traduziu para seu desfile de inverno 2015 todo esse sentimento. Essa cidade que o habita é caótica, mas também elegante e hiper sofisticada. 

As modelos de seu desfile estavam com a pele toda pintada de vermelho. Na testa, dois olhos grandes foram desenhados e representavam bem a cidade sonâmbula, tema dessa coleção.

Vestidos que marcavam a cintura em comprimento midi receberam recortes geométricos vazados. A cintura alta, presente em quase todos os desfiles dessa temporada, também apareceu na passarela do estilista mineiro. O conforto, uma das características de suas coleções, também estava presente. Os vestidos, em sua maioria pretos, não marcavam a silhueta, mas nem por isso deixavam de ser femininos. Destaque para um longo todo bordado com pérolas que arrancou sussurros dos convidados. O decote V profundo, outra tendência para ficarmos de olho, dava sensualidade à mulher que usa Ronaldo.

A coleção que começou preta, evoluiu para um preto e branco bem urbano. Aqui, bermudas na altura dos joelhos e camisetas estampadas ganharam a vez. Maxi tricôs fecharam o desfile e confirmaram o inverno confortável e contemporâneo de Ronaldo Fraga.