Riccardo Tisci apresenta uma versão jovem da Burberry em sua estreia

Redação - AFP

Estilista italiano homenageou a história da grife trazendo seus elementos clássicos de maneira moderna

O trench coat, a peça mais famosa da Burberry, ganhou muitas versões na mão de Riccardo Tisci

O trench coat, a peça mais famosa da Burberry, ganhou muitas versões na mão de Riccardo Tisci Foto: Vianney Le Caer/Invision/AP

O novo estilista da Burberry, Riccardo Tisci, mostrou sua vontade de deixar uma das mais tradicionais grifes do mundo mais jovem, com sua coleção recheada de streetwear de luxo apresentada nesta segunda, 17, em Londres

Um dos eventos mais aguardados desta temporada de moda, o desfile reuniu 800 convidados em uma antiga sede dos correios - uma metáfora da mudança almejada pela Burberry com a entrada do designer italiano. 

A coleção, batizada de Kingdom, celebra a diversidade da cultura inglesa, misturando elementos do punk, o estilo contemporâneo e as roupas formais e refinadas. Ela foi apresentada em três blocos: refinado, relaxado e noite.

As primeiras modelos a entrar na passarela usavam os elementos mais tradicionais da marca (trench coats e o xadrez com o fundo camelo), reimaginados com um olhar mais contemporâneo. A estampa, por exemplo, agora virou listrada e os casacos ganharam recortes e aplicações variadas. Para os homens, um bloco inteiro dedicado a alfaiataria bem cortada. 

A nova versão do clássico xadrez da grife

A nova versão do clássico xadrez da grife Foto: NIKLAS HALLE'N / AFP

O momento mais impactante foi o bloco da moda de rua, uma novidade para a casa inglesa, diretamente inspirada pelos jovens de Londres, onde o estilista apurou o seu sentido estético como estudante da famosa faculdade de moda Central Saint Martins. 

O resultado foi corselets, leggings e minissaias com uma cara muito mais chamativa e urbana, principalmente para os homens, que ganharam camisetas "destroyed" e shorts esportivos - alguns com a célebre estampa Burberry. 

Tisci também criou uma série de vestido de noite, uma de suas especialidades na Givenchy, mas que nunca havia sido feito na grife britânica. Pretos, sóbrios e fluídos, os modelos foram decorados com pequenas lantejoulas e encarnam o luxo refinado, uma das novas estratégias da Burberry. 

'Por que eles mataram Bambi?' estava estampado em uma das camisetas

'Por que eles mataram Bambi?' estava estampado em uma das camisetas Foto: NIKLAS HALLE'N / AFP

"Pensei muito em viagens quando comecei a desenhar esta coleção. É meu retorno pessoal à Londres, 20 anos depois de ter apresentado o meu desfile final na faculdade. Quantos caminhos percorri", explica o estilista. "Também me inspirei na evolução de Londres, a cidade que me ensinou a sonhar como designer." 

"Este desfile é uma celebração de culturas, tradições e códigos da Burberry, uma marca histórica, e da beleza eclética que constitui a diversidade do Reino Unido", continua. 

A chegada de Riccardo Tisci, que em março assumiu a grife após a saída de Christopher Bailey, mostra a vontade de renovação da empresa, fundada em 1856.