Regras de beleza fazem parte do passado; veja cinco exemplos

Gabriela Marçal - O Estado de S.Paulo

Professora do curso de história da maquiagem da FAAP diz que devemos a liberdade que temos hoje aos hippies

A modelo Cara Delevingne aposta no "olho tudo e boca também" e nas sobrancelhas marcantes

A modelo Cara Delevingne aposta no "olho tudo e boca também" e nas sobrancelhas marcantes Foto: Reuters

Você já deve ter perdido as contasde quantas vezes ouviu falar do “olho tudo, boca nada”, ou seja, não pode usarao mesmo tempo batom vermelho e sombra escura. Isso faz parte do passado.Agora, vale tudo! As regras de beleza que ditam como combinar cores e texturase o adequado para cada idade e ocasião estão ultrapassadas. Sem tanto certo eerrado, é possível ousar mais e expressar o seu estilo na maquiagem, unhas ecabelos.

Segundo a professora do curso dehistória da maquiagem da FAAP, Ana Carlota Regis Vita, devemos ao movimento‘paz e mor’ a liberdade que temos hoje na maquiagem e na produção dos cabelos.“As regras rígidas mesmo só existiram até 1968, quando os hippies chegaram. Nosúltimos 30 anos, as regras foram caindo, bagunçou tudo com os hippies. Antes,uma moça de família não podia se produzir como uma moça devoradora de homens.Hoje, as garotas de programa se arrumam como as moças de família e essas comoas garotas de programa. As regras são mais elásticas”. 

O foco não está mais sobre oslimites e sim sobre as tendências, mas a professora da FAAP alerta: “Astendências mudam de uma semana para outra. O que foi ultrapassado ontem é ofashion de hoje”. 

Veja cinco regras de beleza que vocênão precisa seguir:

1. Olho tudo, boca nada

O “mandamento” que dizia sernecessário escolher apenas um ponto do rosto para receber uma maquiagem maismarcante caiu por terra. Maquiagens compostas por sombras escuras, como preto,marrom e azul marinho, esfumadas nos olhos e batom vermelho ou roxo estãopresentes nas passarelas e no tapete vermelho.

2. “Tirar” a sobrancelha

A modelo Cara Delevingne prova quenão é preciso “tirar” a sobrancelha a cada quinze dias para ter um olharexpressivo e com estilo. Não é mais recomendado criar um novo desenho dasobrancelha e arrancar pelinhos para deixá-la mais arqueada.

3. Unhas dos pés e mãos combinando

O mesmo esmalte que foi aplicado nasmãos não precisa ser usado nos pés. Aliás, com o nail art e a “filha única” nemmesmo em todos os dedos da mão é usada a mesma tonalidade. Vale contrastarcores opostas e combinar cores semelhantes.  

 4. ‘Senhoras’ não podem usar batomvermelho

Quando o assunto são regras, a idadesempre será um ponto crítico. “Senhoras não podem usar batom vermelho, tercabelo comprido, precisam pintar os fios brancos.” Só se for as senhoras dopassado. “Ao menos que a pessoa tenha esse ranço e não se sinta bem, essasnormas não existem mais”, diz Vita.

5. A raiz do cabelo deve ser sempreretocada

Muitas pessoas que tingiam oscabelos de uma cor diferente do natural já viveram a obsessão do retoque daraiz. Atualmente, é comum os cabeleireiros planejarem que o estilo de tinturado cabelo tenha “uma raiz”, que pode ser mais aparente ou mais discreta.