Rede de fast fashion lança linha de jeans feitos de fios reciclados

Redação - O Estado de S.Paulo

Iniciativa da Renner, que reaproveita sobras de tecidos, já está à venda

Peças são feitas com tecido produzido a partir de sobras de fios

Peças são feitas com tecido produzido a partir de sobras de fios Foto: Breno da Matta/Renner/Divulgação

Atenta aos debates de consumo consciente e upciclying, a Renner lançou na quarta, 23, uma nova linha, batizada de Re – Moda Responsável, que nasce como a veia sustentável da marca. A primeira novidade, a Re Jeans, coloca em prática o conceito de moda circular. Com tecnologia desenvolvida por eles, a marca coleta sobras de fios e resíduos jeans de seus fornecedores, as transformam em um novo tecido, que é devolvido aos fabricantes para virarem novas peças. 

O resultado são calças, shorts, blusas e vestidos, com preços entre R$ 39,90 (top) e R$ 119,90 (calça flare), que estão à venda em lojas selecionadas e no e-commerce da empresa. "Esta é mais uma iniciativa da Renner para incentivar o consumo de roupas que tenham apelo de moda, qualidade e sejam produzidas com componentes menos impactantes ao meio ambiente", explica o presidente da empresa, José Galló. "Estamos engajados em avançar cada vez mais neste propósito." 

Desde 2017, a Renner está colocando em práticas iniciativas que agridam menos o meio-ambiente, entre elas a produção de peças com fios feitos a partir de garrafas PET recicladas, e traçou objetivos sustentáveis para 2021: ter 80% dos produtos feitos com matérias-primas e processos menos impactantes, ter 75% do consumo corporativo de energia proveniente de fontes renováveis, reduzir em 20% as emissões absolutas de gás carbônico (CO2) e ter 100% dos fornecedores certificados por entidades internacionais.