Quando o lifestyle vale mais que um corpo perfeito

Helena Tarozzo - O Estado de S.Paulo

Para reerguer sua imagem no mercado de luxo, a Daslu aposta em Candela Novembre, ex-modelo, socialite e it-woman na Itália

Candela e seu marido, o arquiteto Fabio Novembre: rotina agitada em São Paulo, com visitas a galerias e almoços estrelados

Candela e seu marido, o arquiteto Fabio Novembre: rotina agitada em São Paulo, com visitas a galerias e almoços estrelados Foto: Divulgação

Candela Novembre é argentina, mora em Milão há 10 anos, onde se tornou it-woman fashionista e se casou com o arquiteto e designer Fabio Novembre. Além de colunas sociais e em matérias na revista italiana Grazia, a ex-modelo alta, magra, loira e de olhos verdes pode ser vista em sites de street style do mundo inteiro e no seu Instagram, com mais de 79 mil seguidores.

Na rede social, ela exibe seu dia-a-dia - que se divide entre festas luxuosas, dias de compras, semanas de moda, viagens de barco, festas de gala do porte do baile da amFAR em Cannes e ainda, momentos com os filhos, com o marido e com as amigas.

Sim, Candela tem o estilo de vida dos sonhos. E a Daslu foi em busca exatamente desse lifestyle e a convidou para estrelar um dos editoriais de sua revista online e passar quatro dias em pleno luxo em São Paulo. Em meio a almoços e coquetéis onde ela foi a convidada de honra, outro editorial de moda para a revista Vogue, um passeio noturno de helicóptero por São Paulo e também um encontro exclusivo com os grafiteiros Osgêmeos ela desfilou os looks da coleção outono-inverno da marca. “Conheço a Daslu desde pequena, quando ainda morava na Argentina e essas roupas eram meu sonho de consumo”, conta ela, plenamente à vontade entre as araras da mega-loja da marca no shopping JK Iguatemi.

Com novo aporte financeiro e uma nova rodada de investidores, a marca criada por Eliana  Tranchesi tenta se reerguer apostando em uma imagem que tem identificação direta com a cliente que quer alcançar. “Chamamos Candela por que se ela identifica com a nosso estilo de vida. Ela é cool e divertida, sabe aproveitar a vida em todos os momentos”, diz Manuela Wis, gerente de marketing da Daslu. 

Aos 33 anos, Candela fala simples, mistura inglês com italiano, espanhol e algumas palavras em português. Viajada, depois de sair de casa aos 17 anos para ser modelo na Europa, de marcas como Abercrombie & Fitch, não voltou mais para a Argentina. Bem relacionada, ela atendeu a todos e distribuiu sua simpatia nos vários eventos que esteve, durante os quatro dias em São Paulo. “Eu sempre me impressiono com essa vida da moda. Semana passada estava no amFAR, em Cannes, com motorista, vestido super chique e no dia seguinte já estava de volta a Milão, para buscar minhas filhas na escola”, reflete ela sobre a vida corrida e polivalente que leva.

Já fora do circuito de moda e não mais com a idade de algumas tops, Candela é como Helena Christensen ou de Olivia Palermo, que encantam por sua autenticidade e estilo,  e mesmo estando fora das passarelas e de grandes campanhas elas tem um chamariz diferente das grandes tops. Por isso, marcas como a Daslu e a Vogue se interessam por elas.