Oito brasileiros integram lista dos 500 mais influentes da moda

Redação - O Estado de S.Paulo

Edição 2018 da seleção do site Business of Fashion foca em nomes que vem promovendo inovação na moda

O diretor de arte Giovanni Bianco, a CEO dos Edições Globo Condé Nast Daniela Falcão, a empresária Natalie Klein, da NK Store, e José Auriemo Neto, do grupo JHSF: quatro dos oito integrantes da lista dos 500 mais importantes da moda, segundo o site Business of Fashion

O diretor de arte Giovanni Bianco, a CEO dos Edições Globo Condé Nast Daniela Falcão, a empresária Natalie Klein, da NK Store, e José Auriemo Neto, do grupo JHSF: quatro dos oito integrantes da lista dos 500 mais importantes da moda, segundo o site Business of Fashion Foto: Denise Andrade/Lu Prezia/Silvana Garzaro/Denise Andrade/Estadão

Com a ideia de apresentar os 500 nomes que vem ajudando a impulsionar a indústria e inovação na moda, o site Business of Fashion vem, desde 2013, apresentando a lista batizada de BoF500 e feita por meio de sugestões vindas de seus ex e atuais integrantes avalizadas pela equipe do site. Recém revelada, sua edição 2018 foi produzida com apoio da brasileira JHSF e da cadeia norte-americana Nordstrom  e traz oito nomes brasileiros (na de 2017 eram nove).

José Auriemo Neto, presidente do grupo JHSF (e dono do shopping Cidade Jardim, entre outras coisas) está de volta a ela depois de um hiato em 2017 (ele marca presença na lista desde a primeira edição), juntando-se ao time brasileiro que conta ainda com Alexandre Birman (Arezzo), Carlos Jereissati Filho (Iguatemi), Daniela Falcão (Edições Globo Condé Nast), Giovanni Bianco (‘Vogue’ Itália), Maria Prata (Globo News), Natalie Klein (NK Store) e Paula Cadematori (designer da marca homônima).

Integrantes da edição 2018 da lista do site Business of Fashion, produzida a partir de sugestões de ex e atuais participantes da BoF500

Integrantes da edição 2018 da lista do site Business of Fashion, produzida a partir de sugestões de ex e atuais participantes da BoF500 Foto: Divulgação Business of Fashion

Da seleção nacional do ano passado, não entraram Camila Coutinho e Flávio Rocha (ex-presidente da Riachuelo). “Para este ano, focamos em agentes de mudança: aqueles que estão abordando os assuntos mais críticos da moda em um período de grande agitação na indústria e no mundo mais amplo”, explica o texto de apresentação da da lista, que conta representantes de 63 países diferentes - a mais diversa até hoje.

Entre os novos nomes estão o da modelo Anok Yai, egípcia com ascendência sudanesa que, entre outras coisas, foi a primeira negra a abrir um desfile da Prada; o designer italiano Francesco Risso, o jovem talento que vem chacoalhando a criação na Marni; o chinês Jack Ma, presidente do grupo Alibaba; o islandês Ingvar Helgason, líder de um projeto que vem criando couro em laboratório; e a argelina Ghizlan Guenez, fundadora do e-commerce The Modist, centrado em propostas de vestir luxuosas mas modestas.

No ranking de países, os Estados Unidos lideram a BoF500 2018 com 128 nomes, seguidos por Reino Unido com 78 representantes, França (47), Itália (43) e China (33). Confira a lista completa destes 500 nomes aqui

Uma seleção de personagens da BoF500 2018, que em sua sexta edição foca em inovação e diversidade

Uma seleção de personagens da BoF500 2018, que em sua sexta edição foca em inovação e diversidade Foto: Divulgação Business of Fashion