O rei do networking

Júlia Tibério - O Estado de S.Paulo

Responsável pelo tom loiro de Claudia Leite, Marcos Proença vira celebridade nas redes sociais, fecha contratos milionários com a indústria de beleza e comanda o salão do momento em São Paulo

"Atender celebridades acelera o processo de reconhecimento, não importa em qual área", diz Proença

"Atender celebridades acelera o processo de reconhecimento, não importa em qual área", diz Proença Foto: Divulgação

São 17h, véspera de feriado, quando chego ao salão de Marcos Proença, em São Paulo, para entrevistá-lo. Como sempre, está lotado. Mulheres, com os cabelos cheios de papel alumínio, esperam ali para alcançar o tom de louro que é a especialidade da casa. Outras fazem as unhas, enquanto algumas só papeiam. O anfitrião chega e logo pergunta: “Você conhece a Luiza (Setúbal)?” Indicando com a cabeça a dona da marca de acessórios Lool, que está sentada ali, bem em frente. Digo que sim e nos cumprimentamos. 

Conectar pessoas é uma pequena coisa que diz muito sobre a personalidade de Marcos Proença, mestre em networking. Nas outras vezes que estive no salão, já conheci a apresentadora Glória Maria, a estilista Vanessa Montoro, a atriz Flávia Alessandra, a empresária de moda Luciana Tranchesi, e por aí vai... Todas elas, amigas íntimas de Pro, como é conhecido - e acredite ele tem um montes de amigas. “Estou estudando coaching empresarial e uma coisa que eles ensinam no curso é a ajudar os outros”, conta Proença. “Quando a pessoa senta na minha cadeira gosto de saber se ela precisa de alguma coisa. Seja de um café ou de um telefone de alguém para fazer negócios no futuro. Gosto de dar esse tipo de assistência, fazer com que meus clientes se conheçam e se tornem amigos”, continua.

Graças a essas amizades e, naturalmente, à sua competência, neste ano Proença já foi duas vezes a Los Angeles para arrumar a modelo Camila Alves, esposa do ator Matthew McConaughey, para premiações. É o único que tem permissão para mudar os cabelos da atriz Déborah Secco e acaba de voltar de uma viagem para a Rússia, onde participou de um congresso sobre luxo da L’Oréal, marca da qual é embaixador no Brasil. A agenda do cabeleireiro é uma loucura. “Eu viajo muito, só no mês passado estive na Rússia e em Cannes, em ambos como embaixador da L’Oréal. Sou contratado da marca para ajudar na divulgação de novos produtos, é muito divertido. Já gravei participações no The Voice e no Big Brother Brasil, até”, conta rindo.

Com a cantora Claudia Leitte, após dar o tom do cabelo dela para a abertura da Copa do Mundo.

Com a cantora Claudia Leitte, após dar o tom do cabelo dela para a abertura da Copa do Mundo. Foto: Divulgação

Parcerias, aliás, é um de seus grandes trunfos. Além da L’Oréal, Proença também tem contrato com a Eudora, onde ajuda no desenvolvimento da linha de produtos para os cabelos, além de uma coluna na Revista Glamour e redes sociais pra lá de bombadas. Seu Instagram, por exemplo, tem mais de 196 mil seguidores. “Comecei com o blog há mais ou menos 10 anos, depois de meu irmão Marcelo insistir muito. Eu achava meio ridículo, mas acabei cedendo e começamos a gravar vídeos em que eu ensinava as mulheres a fazerem penteados. Em meses virou um sucesso. Hoje, fico feliz em dizer que sou o cabeleireiro da América Latina mais buscado na internet”, diz.

Proença não para, trabalha mais de 10 horas por dia. Enquanto fala comigo, examina a cor de o cabelo de uma, aprova o penteado de outra... É perfeccionista, confere tudo. Tem uma equipe com dezenas de funcionários no salão para conseguir atender a toda demanda de trabalho, mas nada fica sem o seu ok final. É dele também que partem as instruções para todos os cabelos que são feitos por lá. Nesse momento somos interrompidos porque está na hora de um jantar importante no qual ele não pode faltar.

Continuamos a entrevista na manhã seguinte por mensagens de voz no Whats App (por sugestão do próprio) enquanto ele arruma uma noiva e suas convidadas. “Estamos muito high technology, não acha?”, pergunta ele. Digo que sim e, em seguida, inicio a entrevista questionando sua relação com as famosas. A resposta é direta: “Atender celebridades acelera o processo de reconhecimento, não importa em qual área. Tenho consciência de que consegui muitas clientes depois que passei a cuidar do cabelo de atrizes e modelos”.

Entre as clientes mais fiéis estão a RP Fernanda Barbosa, a it-girl Helena Bordon, a atriz Flávia Alessandra, Déborah Secco, as famosas Giovanna Ewbank, Gabriela Duarte e Claudia Leitte (da qual pintou o cabelo dias antes da cerimônia de abertura da Copa do Mundo). Gisele Bündchen também passou por suas mãos algumas vezes. “Ela me ensinou muita coisa. Fiz o cabelo da Gisele várias vezes, mas sempre me preocupo em perguntar onde ela tem luzes, em qual ângulo prefere que eu faça o babyliss... e ela conta sem problemas! Como já passou pela mão de muitos cabeleireiros, tem experiência. Várias técnicas que aplico hoje, aprendi com ela”, diz.  

Além da parte prática,  a formação de Proença tem consistência. Ele fez em cursos renomados em São Paulo, Londres, Paris... “Estudo para ser cabeleireiro desde que tinha 14 anos e morava em Votorantim. Meus pais eram pobres e eu sempre tive que trabalhar para conseguir pagar minhas especializações, demorou. Meu primeiro salão foi na garagem de uma vizinha lá no interior”, lembra.

As coisas mudaram. Vinte e quatro anos depois (incluindo passagens numa agência de beleza para publicidade e pelo salão Studio W), Marcos Proença e seus quatro sócios tocam com sucesso o salão de beleza no Itaim, em São Paulo. O cabelo que deixou famoso é comprido, repicado e cheio de luzes loiras, coincidência? “Não acho, acredito que nossa imagem de moda é muito baseada em modelos e atrizes. Eu procuro sempre estar atento a esses movimentos.

Quando vejo algo que tem potencial para estourar logo me preocupo em aprender a reproduzir”, explica. Marcos Proença também diz que se inspira muito no que vê nas campanhas publicitárias e nas revistas de moda. Esse é o seu nicho. “A maioria das pessoas que chega aqui pela primeira vez, vem com uma foto do meu Instagram e pede para eu copiar determinado cabelo”, afirma. “Hoje em dia as redes sociais são muito importantes, servem como uma vitrine para expor nosso trabalho e como uma amiga conselheira para quem é consumidora. Bobo de quem não as usa”, finaliza.