O que é sexy hoje por Lilly Sarti

Maria Rita Alonso - O Estado de S.Paulo

Transparências em tons claros e tecidos leves são a base da nova coleção, que traz uma nova sensualidade

Roupas fluidas, com pegada sensual, foram destaque no desfile da Lilly Sarti

Roupas fluidas, com pegada sensual, foram destaque no desfile da Lilly Sarti Foto: GABRIELA BILO/ ESTADAO

Chifon, seda, renda e linhos leves em modelagens soltas, ultradelicadas. As roupas da coleção da estilista Lilly Sarti são tão fluidas que foram batizadas por ela e pelo o stylist Luis Fiod de 'silhueta líquida'. “Eu me interesso em fazer roupas que deixam a mulher bonita e feliz. Quando a gente está para baixo, é bom vestir uma roupa que levanta o astral e passa confiança”, diz Lilly, nos bastidores.

Transparência, tecidos leves e cores claras deram o tom ao desfile de Lilly Sarti

Transparência, tecidos leves e cores claras deram o tom ao desfile de Lilly Sarti Foto: Gabriela Biló / Estadão

O novo sexy da marca é relaxado, é cool. É caro também, porque quanto mais delicado e nobre o tecido, mais difícil o acabamento. "O chifon é o tecido oficial de dar defeito na costura", brinca a consultora de moda Bia Paes de Barros. "Por isso a mão de obra tem que ser realmente de primeira."

Famosa por sua moda boho/folk, Lilly Sarti pegou leve no couro e no chamoix. O charme de sua nova coleção está todo no jogo de comprimentos e nas sobreposições de texturas diferentes. As estampas trazem elementos místicos, como cartas de tarô e a serpente do deserto, e representam lendas e narrativas sertanejas, baseadas nas xilogravuras do pernambucano Gilvan Samico.

GABRIELA BILO/ ESTADAO
Ver Galeria 10

10 imagens