O básico-chique da UMA

Maria Rita Alonso - O Estado de S.Paulo

A estilista Raquel Davidowicz investiu em uma alfaiataria leve combinada a camisetas e tênis

A estilista Raquel Davidowicz investiu em uma alfaiataria leve combinada a camisetas e tênis

A estilista Raquel Davidowicz investiu em uma alfaiataria leve combinada a camisetas e tênis Foto: Estadão

Assimetrias, recortes e amarrações foram os pontos altos da coleção da UMA. A modelagem fluida e descontraída, uma das características da marca, ganhou toques de sofisticação com tecidos nobres como seda, cetim, lã com poliamida e crepe. A palavra de ordem para a estilista Raquel Davidowicz nesta estação é desprendimento. Por isso, peças leves de alfaiataria tiveram as extremidades deixadas no fio, dando um visual inacabado a tudo.

Surgiram acompanhadas de tênis, com ares esportivos. Camisetas foram bordadas pelo artista Geová Rodriguez. “Elaborei as roupas e desapeguei. Entreguei a coleção nas mãos de Geová e ele trabalhou em cima”, conta Raquel

Destaque para as calças retas, casacos do tipo mantô, parkas e vestidos em tubo de malha. Além do vermelho vivo que surgiu nos últimos looks do desfile, trazendo uma vibração capaz de esquentar (e alegrar) qualquer dia frio de inverno.