Nude não é uma só cor

Rachel Felder/The New York Times - O Estado de S.Paulo

Há uma variedade de bases e batons de cores neutras no mercado, mas para muitas mulheres ainda é difícil encontrar o nude certo

A 'Sephora Collection Matte Perfection Powder Foundation' oferece uma seleção de tonalidades de marrom e terracota.

A 'Sephora Collection Matte Perfection Powder Foundation' oferece uma seleção de tonalidades de marrom e terracota. Foto: Divulgação

As empresas de cosméticos tradicionalmente adotam uma cartela de cores concisa para, teoricamente, se adaptarem aos infinitos tons de pele. Agora, isto vem mudando, uma vez que mais marcas têm ampliado sua variedade de ofertas da cor 'nude' para combinar com as nuances de pele de clientes de origens étnicas diversas.

“As equipes de marketing estão cada vez mais conscientes de que devem atender um público que até então não recebia atenção”, disse Troy Surrat, maquiador e fundador da Surratt Beauty. “Essas clientes eram marginalizadas, com certeza. Você imagina como é decepcionante ter apenas seis opções, ver uma gama de tonalidades em um produto, admirá-lo e depois perceber que não serve para você?”

Este ano a Surratt Beauty lançou 15 variedades da sua 'Surreal Skin Foundation Wand', que vão do bege claro ao bronze com toques de caramelo; e mais cinco opções devem ser lançadas no meio do ano, incluindo três alternativas de marrom escuro.

A coleção 'Sephora Collection Matte Perfection Powder Foundation', lançada há alguns meses, oferece uma seleção de tonalidades de marrom e terracota. Uma alternativa prática, que pode ser colocada na bolsa ou na nécessaire. 

Em janeiro, a Dior ampliou a paleta de cores da sua base fluída 'Diorskin Forever Foundation', incluindo mais três tonalidades de amêndoa e um bege intenso chamado 'Praline'. A fórmula é simples, mais similar a um hidratante com coloração do que uma base tradicional, e tem protetor solar SPF 35.

Também, no próximo mês, a Lancôme vai adicionar mais cinco tons escuros à coleção de bases 'Teint Idole Ultra Wear Foundation'. No ano passado, a marca lançou um produto, vendido apenas sob encomenda, o 'Le Teint Particulier Custom Made Makeup', confeccionado de acordo com a nuance da pele de uma determinada cliente. 

As empresas de cosméticos também estão mais sofisticadas na elaboração de produtos nude, eliminando pigmentos laranjas ou acinzentados, usados nas bases mais antigas.

“A estratégia de formulação do produto é diferente”, disse Balanda Atis, gerente do L’Oreal’s Women of Color Lab. “Para uma pele caucasiana, você mistura o dióxido de titânio, que é branco, e depois cria as cores. Para tonalidades mais fortes, usamos o azul ultramarino e, a partir daí, adicionamos cores vermelhas, amarelas e pretas para tornar a base mais natural, mais realista”. No caso de alguns produtos, Balanda aproveitou dados obtidos pela companhia em um estudo com mulheres americanas de 57 países.

Os avanços nas pesquisas dos ingredientes fizeram com que tons naturais fossem criados mais facilmente. “Ocorreram avanços tecnológicos incríveis no âmbito dos pigmentos e na maneira como você os usa, e com isso obtemos fórmulas mais puras. Isso nos dá mais flexibilidade para variar as tonalidades nas formulações”, disse Susan Akkad, vice-presidente da Estée Lauder Companies. 

Uma ampla gama de cores de batons nude também está chegando às perfumarias. Neste mês, a Hourglass lança o 'Girl Lip Stylo', um batom lápis bem pigmentado, desenhado para cobrir todo os lábios. Metade das dez cores são neutras. “Nos esforçamos muito para criar um nude para cada tom de pele”, disse Carisa Janes, diretora da empresa. O batom, produzido com manteiga de karité e óleo de semente de girassol, tem um toque úmido.

Neste mês, a Maybelline lança os seus 'Inti-Matte Nudes' - dez tonalidades, que vão do bege-pálido ao chocolate. E a Marc Jacobs Beauty também acrescenta novas tonalidades à sua linha 'New Nudes Sheer Gel Lipstick'. Destaque para o 'May Day', um marrom escuro levemente brilhante.

“As clientes estavam pedindo há algum tempo e as marcas as estão ouvindo de verdade agora”, disse Jennifer Miles, que supervisiona a seção de beleza da Barneys de Nova York. “Você não vai querer que o seu público vá embora de mãos vazias”, acrescentou. Tradução de Terezinha Martino