Noivas dizem sim às calças

Alexis Cheung - O Estado de S.Paulo

Nem toda mulher sonha em se casar usando um vestido branco e, cada vez mais, estilistas oferecem opções modernas para a ocasião

Para a semana de moda noivas temporada outono 2016 a marca americana Houghton criou um conjunto de shorts de renda e camisa alongada. No mesmo ano, na temporada primavera/verão 2016, a marca Oscar De La Renta apresentou um modelo de macacão com saia de tule por cima.

Para a semana de moda noivas temporada outono 2016 a marca americana Houghton criou um conjunto de shorts de renda e camisa alongada. No mesmo ano, na temporada primavera/verão 2016, a marca Oscar De La Renta apresentou um modelo de macacão com saia de tule por cima. Foto: Divulgação

Algumas mulheres estão dizendo não ao sonho de entrar espetacularmente na igreja com um vestido esvoaçante de renda, seda e chiffon. Agora, há quem prefira concentrar as atenções dos presentes caminhando rumo ao altar vestindo calças apropriadas para a ocasião. Para essas noivas - jovens, nem tanto, mais sérias, mais alegres - o fato de deixar de lado o tule e as tiaras permite que se apresentem de maneira mais autêntica.

“Acho que a visão típica de uma noiva é algo ultrapassado”, diz Courtney Raniszewski, 28, estilista de Nova York, que decidiu não usar um vestido em seu casamento, no mês que vem. “Quero me sentir eu mesma”, justifica.

Elizabeth Suzann, designer de Nashville, apresenta a opção de calças em crepe de cetim de seda lavada por US$ 365 às noivas “frustradas”, como ela ficou na hora de procurar uma roupa menos feminina para casar. 

A socialite Olivia Palermo em seu casamento com o modelo Johannes Huebl usando shorts Carolina Herrera com um tule sobreposto

A socialite Olivia Palermo em seu casamento com o modelo Johannes Huebl usando shorts Carolina Herrera com um tule sobreposto Foto: Reprodução/Olivia Palermo

"Eu me senti inspirada a criar algo que não vi por aí, para pessoas como eu, que não se sentem confortáveis com flores e rendas”, afirma. “Sei que muitas mulheres se sentem muito mais à vontade, confortáveis e poderosas usando calças." Kelsey Taylor Hunt, 29, que tem uma loja em Etsy, vestiu um smoking com estampa de leopardo branco da A.L.C. e calças cigarette, que o marido a convenceu a comprar, para casar na prefeitura de Nova York, em setembro de 2014. “Acredito mais na capacidade de uma mulher se expressar”, diz ela sobre o look escolhido. 

Vanessa Fatton, 34, disse que não gosta de usar vestidos no trabalho, e, portanto, nunca cogitou usar um vestido de noiva. O que seria mais adequado ao seu estilo? Vanessa, gerente de vendas da Apparatus em Nova York, escolheu um top peplum da Proenza Schouler e calças largas até o tornozelo da marca Philip Lim 3.1 para a sua cerimônia, em setembro de 2014. Katharine Polk, estilista e diretora de criação da Houghton, também quis oferecer uma série de opções às noivas frequentemente menosprezadas.

A advogada Amal Alamuddin usou conjunto Stella McCartney para assinar os papéis do casamento civil com o ator George Clooney

A advogada Amal Alamuddin usou conjunto Stella McCartney para assinar os papéis do casamento civil com o ator George Clooney Foto: REUTERS/Stefano Rellandini

“As pessoas estão casando com mais de 40 anos, ou mesmo mais de 50, e 60”, afirma. “Não acho que as noivas nesta faixa de idade queiram um vestido com a saia do tipo sereia e tomara-que-caia bem decotado." Ela começou a propor calças compridas - ou shorts, macacõezinhos, vestidos e saia e top separados - desde que lançou sua marca, em 2012. O macacão Selena custa US$ 2.900 e as calças Pearl US$ 1.159.

Kate Siegel, diretora de relações públicas e marketing da Houghton, acrescenta: “Acho que as noivas australianas e europeias são muito mais avançadas em termos de moda e muito mais decididas e animadas a usar calças compridas ou um macacão para a cerimônia”. Alexis Jackson, 33, profissional do setor hoteleiro, e seu marido, Ben Jackson, 38, chef, planejaram um churrasco para as suas bodas em outubro de 2015. “Eu queria algo que me deixasse com bastante liberdade para me movimentar”, conta Alexis. 

Para a semana de moda noivas temporada outono 2016 a marca americana Houghton criou um conjunto de shorts de renda e camisa alongada para ser usado por mulheres modernas.

Para a semana de moda noivas temporada outono 2016 a marca americana Houghton criou um conjunto de shorts de renda e camisa alongada para ser usado por mulheres modernas. Foto: Divulgação/HOUGHTON

Ela escolheu um chemisier com cinto de quimono e calças bem largas da estilista Caron Callahan, de Nova York, sua amiga. 

Algumas celebridades que se casaram recentemente também trocaram o traje tradicional pelas calças compridas. Amal Clooney vestiu um tailleur branco de Stella McCartney (com detalhes pretos e um chapéu de aba mole combinando) para a cerimônia civil, de 10 minutos de duração, de seu casamento com d ator George Clooney em Veneza. E Solange Knowles, cantora e irmã de Beyoncé, chegou para a cerimônia em New Orleans num macacão de Stéphane Rolland.

À medida que o casamento se transforma, acompanhando a nova concepção cultural de gênero, sexualidade, idade adulta e identidade, é concebível que o vestido de noiva tradicional desapareça, segundo Rebecca Traister, autora de "All the Single Ladies: Unmarried Women and the Rise of an Independent National". Apenas 20% das americanas entre os 18 e 29 anos estão casadas atualmente, em comparação a 60% desta faixa etária em 1960, segundo uma análise do Pew Research Center dos dados do censo dos Estados Unidos em 2010. E uma análise do Population Reference Bureau daquele ano concluiu que 46% dos adultos com menos de 34 anos nunca se casaram.

Para chegar na igreja que aconteceria seu casamento, a cantora Solange Knowles escolheu macacão branco Stéphane Rolland

Para chegar na igreja que aconteceria seu casamento, a cantora Solange Knowles escolheu macacão branco Stéphane Rolland Foto: Reprodução/Stéphane Rolland

Ainda assim, de acordo com o Wedding Report, empresa de pesquisa que segue as tendências da indústria baseada em dados oficiais e pesquisas de casais, o casamento do americano médio em 2015 custou US$ 26.645, com base em 8.010 amostras. O vestido médio custou US$ 1.226. O que indica que o casamento é ainda importante para as pessoas, mesmo que sua maneira de vestir esteja mudando.

Quanto às mensagens da indústria de casamentos - que atualmente movimenta US$ 60 bilhões nos EUA, segundo um relatório do IBISWorld - Rebecca Traister afirma: “Não por acaso a fetichização do vestido de noiva ocorre no mesmo momento em que as outras coisas pelas quais as mulheres estão optando são diplomas de pós-graduação e salários melhores, competindo com os dos homens e candidatando-se à presidência.” Ou seja, 

há outras coisas além do casamento em grande pompa e do vestido dos sonhos que estão se tornando sinas de realização na vida das mulheres.

Tradução de Anna Capovilla