Naomi Campbell fala sobre preconceito em nova biografia

Anna Rombino - O Estado de S.Paulo

"Eu era nova quando entendi o que significa ser negra: você tem que ser duas vezes melhor", escreve modelo em livro de memórias da Taschen, previsto para chegar às livrarias em abril

Na banheira de Donatella Versace com Christy Turlington e Linda Evangelista, em 1990

Na banheira de Donatella Versace com Christy Turlington e Linda Evangelista, em 1990 Foto: Roxanne Lowit/Taschen

A top britânica Naomi Campbell é famosa por estrelar campanhas de grandes grifes, desfilar para as marcas mais importantes do mundo - e também por protagonizar episódios polêmicos (por exemplo, quando em 2006 jogou um telefone celular na cabeça de sua empregada após tê-la acusado de roubar suas calças jeans). Uma das principais supermodelos dos anos 80 e 90, ao lado de Kate Moss e Linda Evangelista, suas amigas, ela também rompeu paradigmas ao se tornar uma das primeiras negras a estampar capas de revistas de moda. Agora, em abril, Naomi lança uma biografia em dois volumes, em que narra, em primeira pessoa, suas aventuras nesses quase 30 anos de carreira. 

 Peter Lindbergh/Taschen
Ver Galeria 6

6 imagens

Apesar de ter sido responsável por evidenciar e combater o rascismo na indústria, a top conta no livro como a cor da pele foi um fator decisivo na sua trajetória e descreve episódios de preconceito. Ao jornal britânico “The Guardian”, ela cedeu um capítulo da publicação no qual lembra um fato ocorrido em 1988: em uma sessão de fotos para Vogue Itália, clicadas por Steven Klein, o maquiador não tinha uma base do tom de pele dela, o que a deixou bem insatisfeita com o resultado. Depois disso, Naomi a carregar sua própria maquiagem para os trabalhos.

 

"Quando comecei, eu não fui escolhida para certos desfiles por causa da minha pele. Eu não deixei isso me atingir.Comecei a carreira cedo e era nova quando entendi o que significa ser negra: você tem que colocar esforço extra. Você tem que ser duas vezes melhor", escreve. Naomi conta ainda alguns casos curiosos. Quando criança, por exemplo, foi uma das estrelas do clipe "Is This Love", de Bob Marley. Já adulta, no início da carreira, durante uma viagem a Paris, teve sua carteira roubada, conheceu o estilista Azzedine Alaïa - e ficou o resto da viagem hospedada na casa dele.

 

Sua amizade com Linda Evangelista e Christy Turlington, conhecida no meio fashion como The Trinity (a trindade), também rende boas histórias. "Tem uma foto nossa deitadas em uma banheira que resume nosso espírito. Estávamos na suíte da Donatella após um desfile da Versace e planejando sair. Começamos a brincar na banheira e Roxanne Lowit estava lá para capturar o momento", conta no livro.