'Moda à brasileira': Alice Ferraz lança guia de estilo

Anna Rombino - Especial para O Estado de S. Paulo

No livro, a fundadora da plataforma F*Hits desmistifica as leis da moda

 Romy Schriber, ilustradora por trás da personagem fictícia Sew Sketchy, foi responsável pelas ilustrações do livro

 Romy Schriber, ilustradora por trás da personagem fictícia Sew Sketchy, foi responsável pelas ilustrações do livro Foto: www.instagram.com/fhits

'Moda não rima com medo'. É assim que Alice Ferraz começa o seu primeiro livro, 'Moda à brasileira', lançado pela editora Gente. A empresrária é a fundadora da plataforma de blogueiras F*Hits, responsável pelo lançamento de nomes como Camila Coelho e Lalá Noleto, e compartilhou o seu aprendizado ao longo de anos de trabalho no mundo da moda em um guia de estilo especialmente para a mulher brasileira, que, segundo a autora, é diferente de todas as outras do mundo. "Se as francesas têm aquele je ne sais quoi que as torna tão chiques, nós, brasileiras, temos o borogodó, o balacobaco e o ziriguidum", escreve ela em um trecho da publicação. 

Depois de muito tempo trabalhando na área (Alice também é dona de uma assessoria de imprensa), ela percebeu que o mercado de moda brasileiro não é igual ao europeu e ao americano, e as consumidoras também não. "A brasileira ama moda!", explica. "Mas ela é mais sensual, pensa na roupa como uma arma de conquista."

Por causa da forte ligação da autora com a internet, o livro é escrito em uma linguagem simples, quase um bate-papo, com direito a emojis distribuidos pelas páginas, e serve de inspiração para mulheres de todos os estilos, até para as que dizem não gostar de moda. A autora também quebra algumas leis do universo fashion, como peças 'tem que ter' e 'estilo é algo nato'. Para ela, se vestir bem é uma questão de prática.