Miss Bélgica é acusada de racismo por comentário no Instagram

Anna Rombino - Especial para O Estado de S. Paulo

Ela se defendeu afirmando que não é preconceituosa porque seu pai trabalha na África

A Miss Bélgica 2017, Romanie Schotte, está sendo acusada de racismo. 

A Miss Bélgica 2017, Romanie Schotte, está sendo acusada de racismo.  Foto: AFP

Romanie Schotte, rainha da beleza belga, está sendo acusada de racismo por causa de um emoji postado no Instagram. A Miss Bélgica 2017, de 19 anos, publicou uma foto em que um homem negro aparece sentado atrás dela. Nos comentários, ela respondeu a um internauta que comentou "esse negro" com "eu sei", seguido de uma imagem de fezes. 

Apesar de a publicação já ter sido deletada, estão usando outros posts da Miss para criticá-la e até iniciaram uma petição online, que já possui mais de sete mil assinaturas, para que Romanie perca o posto. 

Romanie fez um comentário racista sobre o homem que aparece atrás dela na foto. A publicação já foi excluida de seu Instagram. 

Romanie fez um comentário racista sobre o homem que aparece atrás dela na foto. A publicação já foi excluida de seu Instagram.  Foto: Reprodução/Instagram

A Miss respondeu o comentário de um internauta com um emoji de fezes. 

A Miss respondeu o comentário de um internauta com um emoji de fezes.  Foto: Reprodução/Instagram

Em comunicado, ela declarou: "Estou aberta a todas as culturas e pessoas. Meu pai passa a maior parte do seu tempo trabalhando na África. Como eu poderia ser rascista? Eu sinto muito se magoei alguém pela minha reação no comentário. Eu queria me desculpar com todos que se sentiram atacados." Para o jornal belga 'Gazet Van Antwerpen', Romanie ainda afirmou que vê o emoji como um 'sorvete de chocolate'. 

A agência governamental UNIA, que garante oportunidades iguais a todos na Bélgica, está investigando o caso.