Marca inglesa revoluciona a maneira de vender suas coleções

- O Estado de S.Paulo

A Burberry anunciou nesta sexta, 5, que colocará as roupas da passarela à venda logo após o desfile

Desfile primavera/verão 2016 da Burberry, em Londres. Marca muda estratégia de vendas para se aproximar dos clientes. 

Desfile primavera/verão 2016 da Burberry, em Londres. Marca muda estratégia de vendas para se aproximar dos clientes.  Foto: EFE/Hannah Mckay

A Burberry, tradicional marca inglesa famosa pelos trench coats, anunciou nesta sexta, 5, uma medida para alavancar as vendas que promete revolucionar o universo fashion: agora, as peças apresentadas no desfile da grife, em Londres, chegarão às lojas físicas e online um dia após o show. A iniciativa começa a valer em fevereiro, para quando está marcado o próximo desfile da Burberry. "As mudanças que estamos fazendo irão nos permitir construir uma conexão mais próxima entre a experiência que criamos nas passarelas e o momento em que as pessoas podem explorar as nossas coleções por elas mesmas", afirmou o diretor criativo Christopher Bailey ao portal WWD. 

Os desfiles de moda e a chegada dos novos produtos às lojas seguem uma lógica complexa, nem sempre compreendida pelo consumidor final. Funciona assim: em pleno verão as marcas apresentam as peças de inverno (e vice versa), e as roupas só começam a ser vendidas seis meses depois. Com a atual velocidade da informação, as coleções rodam as redes sociais e ficam 'velhas' quando chegam às lojas - e a medida da Burberry vem para tentar mudar esse cenário. A grife inglesa anunciou ainda que não irá separar mais as linhas masculina e feminina.