Marca de cosméticos lança campanha para defender mulheres chinesas hostilizadas por serem solteiras

Anna Rombino - Especial para O Estado de S. Paulo

Em muitas regiões do país, as mulheres que não casaram até os 25 anos são chamadas de 'sobras'

Em muitas regiões da China, as mulheres que não casaram até os 25 anos são chamadas de "sobras". 

Em muitas regiões da China, as mulheres que não casaram até os 25 anos são chamadas de "sobras".  Foto: Divulgação

A marca asiática SK-II decidiu expor em uma campanha um problema que afeta muitas mulheres chinesas, hostilizadas por serem solteiras após os 25 anos de idade. Por lá, não é raro elas serem chamadas de "sobras", quando não casam jovens. 

 

O vídeo mostra pais de solteiras falando sobre os motivos que, para eles, fizeram com que suas filhas não se casassem. São declarações chocantes: "ela é muito teimosa", "ela escolhe demais" e "ela tem uma beleza mediana", deixando visível o desapontamento quanto ao estado civil das filhas. Na China, é considerado desrespeito com os pais escolher não casar. 

 

Na sequencia do filme, os pais são levados a uma famosa feira de casamentos de Xangai. Só que ao invés dos tradicionais anúncios de pessoas solteiras, eles encontram por ali retratos das filhas, acompanhados de frases que explicam, segundo elas, a razão por ainda não estarem casadas. São afirmações como: "eu não quero casar por casar. Não serei feliz desse jeito" e "eu sou o oposto do que 'uma mulher que sobrou'. Tenho uma carreira ótima, e tem outro termo que me define: mulher poderosa."  

 

Dá o play!