Livro inspirado na criação do perfume Chanel Nº 5 chega ao Brasil

Redação - O Estado de S.Paulo

'Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor' esteve entre os mais vendidos na Alemanha

Coco Chanel criou o perfume na década de 1920

Coco Chanel criou o perfume na década de 1920 Foto: Divulgação

Antes de Chanel, os perfumes eram fragrâncias de uma nota só, com frascos ultradecorados e aroma de flores – especialmente rosas e jasmim. Com seu Nº 5, Gabrielle "Coco" Chanel revolucionou a indústria dos aromas, transformando os frascos em verdadeiros objetos de desejo. "É pelo cheiro que um corpo se comunica com o outro", dizia a estilista. O processo criativo de Chanel para chegar à fórmula, até hoje uma das mais famosas do mundo, é o tema central de Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor, romance que esteve entre os mais vendidos na Alemanha e acaba de chegar ao Brasil pela editora Tordesilhas. 

Baseado em fatos reais, o livro escrito por Michelle Marly traça um período pouco conhecido da vida da designer francesa, que começa logo depois da morte de Boy Capel, seu amante, em 1919 – quando ela passou por uma depressão profunda. É quando viaja à Côte d'Azur que Gabrielle conhece o perfumista Ernest Beaux e decide levar adiante a ideia de desenvolver uma fragrância com sua assinatura.

'Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor' está à venda por R$ 39,90

'Mademoiselle Chanel e o cheiro do amor' está à venda por R$ 39,90 Foto: Divulgação

Mesmo antes de o Chanel Nº 5 sai do papel, a estilista já era reconhecida por seu cheiro fresco, que em nada se parecia com os aromas almiscarados popularmente usados na época. Naqueles tempos, para alcançar o frescor buscado por Coco, era preciso lançar mão de ingredientes como limão, tangerina e laranja – mas que não duravam por muito tempo na pele. 

Em 1921, Ernest Beaux chegou, então, a 10 amostras diferentes para apresentar à Chanel, que escolheu a de número cinco. Entre os componentes, estavam aldeídos, bergamota, baunilha, ylang-ylang, sândalo, lírio e néroli (flor de laranjeira). O aroma, que conquistou de Marylin Monroe a Rita Hayworth, agora perfuma também a capa do livro por meio de um processo de microencapsulamento, que consegue reproduzir algumas de suas notas. O preço sugerido é de R$ 39,90.