Lacoste anuncia saída do seu diretor artístico, Felipe Oliveira Baptista

AFP - O Estado de S.Paulo

Estilista português ficou oito anos na marca; grife ainda não anunciou seu sucessor

Felipe Oliveira Bapstista no encerramento do desfile da coleção de inverno 2019 da Lacoste

Felipe Oliveira Bapstista no encerramento do desfile da coleção de inverno 2019 da Lacoste Foto: AFP PHOTO / BERTRAND GUAY

A Lacoste anunciou na quarta, 2, que o seu diretor artístico, o português Felipe Oliveira Baptista, está saindo da grife após oito anos. A marca francesa, que é propriedade do grupo suíço Maus Frères não especificou o porque dessa separação mas, em comunicado, antecipou que a coleção de primavera-verão, que será apresentada em setembro em Paris, será criada por seu time de designers e que o próximo estilista da marca será anunciado "nos próximos meses".

O português chegou na Lacoste em agosto de 2010, sucedendo o francês Christophe Lemaire. Sob sua direção criativa, o volume de negócios da marca duplicou, ultrapassando 2 milhões de euros.

Nos últimos meses, a dança das cadeiras no mundo da moda esteve agitada, principalmente entre as marcas masculinas. O belga Kris Van Assche foi para a Berluti, depois que a Dior Hommes o substituiu pelo britânico Kim Jones, que deixou seu posto na grife para homens da Louis Vuitton. Quem assumiu o cargo foi Virgil Abloh, criador da Off-White.