Inverno rock n'roll

Mariana Belley - O Estado de S.Paulo

Tribos urbanas foram a referência mais forte do desfile da Ellus

Tribos urbanas foram a referência mais forte do desfile da Ellus

Tribos urbanas foram a referência mais forte do desfile da Ellus Foto: Nilton Fukada/Estadão

 Reafirmando o que já vimos nas passarelas até agora, a influência urbana tem sido o fio condutor da maioria dos desfiles dessa temporada. E não foi diferente na Ellus, que desfilou na manhã desta quarta-feira, 5, na Praça das Artes. A marca, que trouxe a top Carol Trentini abrindo e fechando o desfile, olhou para as gangues de rua em busca de inspiração e... achou! Aqui, o ponto de partida foi o filme The Warriors, referência inicial para o tema.

Nesse embalo, as décadas de 1970 e 1980 estão presentes nas formas e nas silhuetas marcantes, bem como a cartela de cores: tons vibrantes, como verde, vermelho e pink, e muito preto.

As camisetas ganham estampas inspiradas em símbolos de identificação de gangues. O jeans ganha diversas lavagens, Destaque para a peça bordada de paetê transparente e para a jaqueta bomber. Para as mulheres, saias e vestidos ganham comprimento midi, que cada vez mais desponta como tendência, e babados. A transparência e a cintura marcada com largos cintos levam sensualidade à coleção. Aqui, o couro predomina. "Nesta edição, fomos um pouco além do jeanswear, mas ainda  dentro do nosso lifestyle urbano", explica Adriana Bozon.

Os acessórios também retratam bem esse universo de gangue: coturno, corrente de metal e pulseiras.