Herchcovitch desfila coleção popular com 'pessoas reais' na passarela

Maria Rita Alonso - O Estado de S.Paulo

Camisas xadrez, pantalonas, peças plus size e cabelos coloridos se destacaram no desfile do estilista para a C&A, realizado nesta terça, 11, no centro de São Paulo

A peça hit da coleção é um vestido de noiva, desfilado por Diane Conterato, que estará a venda por R$299,99

A peça hit da coleção é um vestido de noiva, desfilado por Diane Conterato, que estará a venda por R$299,99 Foto: Maria Rita Alonso/Estadão

Alexandre Herchcovitch parece ter sete vidas. Após o anúncio da saída do estilista da marca que fundou há 23 anos, e que hoje pertence ao grupo InBrands, o mundo da moda ficou na expectativa sobre os próximos passos dele. Não demorou para que o próprio pusesse fim a qualquer dúvida e mostrasse que, sim, continua na ativa e em ótima forma. Ele deixou a grife com dois projetos grandes engatados - um é o lançamento de uma coleção para a C&A, apresentada nesta terça, 11, na Praça das Artes, no centro de São Paulo. O outro será sua estreia à frente da linha de roupas da À La Garçonne, com desfile na São Paulo Fashion Week, no fim do mês.

Hoje o que se viu foi o melhor do que Herchcovitch sabe fazer, voltado ao mercado popular. Camiseta de algodão, calça de sarja, camisa de flanela... Peças normais apresentadas por gente normal - além das modelos, o casting tinha amigos do estilista e pessoas de diferentes visuais e estilos, selecionadas pelo Instagram por meio da hashtag #alexandreherchcovitchparacea. Na parte feminina, destaque para as pantalonas que cobriam os pés usadas com tênis branco, para a estampa gráfica, que brincava com as letras do nome do estilista (meio exagerada e bem pop), para o print floral e para as peças com renda e vinil, perfeitas para uma noite de balada quente na cidade. .

Entre as peças femininas, se destacaram as estampas, como a que brincava com as letras do nome do estilista (meio exagerada e bem pop)

Entre as peças femininas, se destacaram as estampas, como a que brincava com as letras do nome do estilista (meio exagerada e bem pop) Foto: Maria Rita Alonso/Estadão

A moda masculina foi levada à passarela por homens estilosos, de cabelos coloridos e barbas grisalhas. Eles mostraram calças de sarja de corte bom, perfeitas para o dia a dia, e camisa de flanela xadrez. A caveira, símbolo do trabalho de Herchcovitch, apareceu estilizada em diversas peças. Foi uma coleção legal. Bem com a atitude urbana que fez Alexandre Herchcovitch o criador que ele é hoje.