Hedi Slimane deixa direção criativa da Saint Laurent

- O Estado de S.Paulo

Após quatro anos, o estilista parisiense diz adeus à grife francesa, que ainda não anunciou quem ocupará o cargo

Após quatro anos, estilista parisiense Hedi Slimane deixa cargo de diretor criativo da Yves Saint Laurent

Após quatro anos, estilista parisiense Hedi Slimane deixa cargo de diretor criativo da Yves Saint Laurent Foto: AP Photo/Jacques Brinon, File

Após meses de rumores, o grupo Kering confirmou nesta sexta-feira, 1º, a saída do estilista parisiense Hedi Slimane da grife Yves Saint Laurent. À frente da direção criativa da marca há quatro anos, Slimane foi responsável por reinventar as coleções da YSL, que ganharam ar de street wear chique, e fez as vendas dispararem - no ano passado, a grife arrecadou € 974 milhões, € 267 milhões a mais que em 2014. 

A modelo Cara Delevingne posa para uma campanha recente da grife YSL

A modelo Cara Delevingne posa para uma campanha recente da grife YSL Foto: Divulgação

"O que a Yves Saint Laurent alcançou nos últimos quatro anos representa um capítulo único na história da casa", disse François-Henri Pinault, diretor executivo do grupo Kering, em um comunicado.  "Sou muito grato a Hedi Slimane, e a todo o time da YSL, por terem definido o caminho que a  marca abraçou com sucesso, e que garantiu longevidade a essa grife lendária."

 

Embora haja boatos de que o estilista belga Anthony Vacarello, que já trabalhou na Fendi com Karl Lagerfeld, ocupará o cargo de Slimane, ainda não há confirmação oficial do grupo. O sucessor será o sexto estilista na casa, por onde já passaram nomes como Tom Ford e Alber Elbaz. Também não há informações sobre os próximos passos de Hedi Slimane.

Detalhes da coleção "La Collection de Paris", de Yves Saint Laurent, apresentada na última Semana de Moda de Paris (inverno 2017)

Detalhes da coleção "La Collection de Paris", de Yves Saint Laurent, apresentada na última Semana de Moda de Paris (inverno 2017) Foto: Divulgação