Grife de lingerie inclui modelos com corpos reais na passarela da semana de moda da Colômbia

Gabriela Marçal - O Estado de S. Paulo

Nesta edição da Colombiamoda, a marca Leonisa deixou para trás a estética da americana Victoria’s Secrets, na qual tradicionalmente se inspirou

A passarela da grife colombiana de lingerie Leonisa apresentou algumas modelos com padrões diferentes dos que geralmente são visto em desfiles

A passarela da grife colombiana de lingerie Leonisa apresentou algumas modelos com padrões diferentes dos que geralmente são visto em desfiles Foto: Inexmoda

Medellín - A marca de lingerie Leonisa está para a Colômbia como a Victoria’s Secret está para os Estados Unidos. Os desfiles da grife na semana de moda da Colômbia, a Colombiamoda, sempre são grandes produções, reúnem celebridades, são transmitidos ao vivo na TV e apresentam, tradicionalmente, modelos que seguem o padrão de beleza das 'angels', com barrigas trincadas e seios volumosos. No entanto, nesta terça-feira, 25, a marca colombiana deixou para trás o modelo Victoria’s Secret e levou para passarela algumas modelos com belezas mais próximas da realidade.

Além de ter corpos mais curvilíneos, algumas modelos também eram mais baixas do que é considerado padrão em uma passarela. Segundo a marca, o desfile foi uma homenagem às mulheres autênticas e incomparáveis. Essa foi a maneira de inserir de forma sutil o movimento curvy na passarela principal da Colombiamoda.

A mudança de padrão mostra como a indústria da moda está caminhando para adequar a grade de tamanhos e as modelagens para a realidade e beleza das consumidoras.

No entanto, é importante lembrar que a moda colombiana tem uma padrão de beleza diferente do que é seguido na Europa e no Brasil. Em desfiles tradicionais, já são vistas mulheres com quadris mais largos e que nem sempre são tão altas.

Semana de moda da Colômbia tem dia histórico a favor da beleza real; veja fotos:

Luis Eduardo Noriega/ EFE | Luis Eduardo Noriega/ EFE | Joaquim Sarmiento/ AFP
Ver Galeria 18

18 imagens

 

Protesto

No dia seguinte ao desfile, nesta quarta-feira, 26, a grife Leonisa foi alvo de sindicatos no portão de entrada do evento Colombiamoda.  A Central Única dos Trabalhadores (CUT) da região de Antioquia e organizações filiadas denunciavam a marca colombiana por subcontratação de empregados e violação de direitos legais, como estabilidade. Até o momento a organização da Colombiamoda e a empresa Leonisa não se pronunciaram sobre as acusações.

* A repórter viajou à convite de Inexmoda