Feministas vendem biquíni que imita seios

- O Estado de S.Paulo

As americanas Robyn Graves e Michelle Lytle criaram a peça como forma de protesto pela igualdade dos direitos das mulheres

Feministas lançam biquíni que imita seios

Feministas lançam biquíni que imita seios Foto: Divulgação

As feministas americanas Robyn Graves e Michelle Lytle inventaram um biquíni que imita os mamilos das mulheres, como forma de defender a igualdade de gêneros. A peça, que pode ter outras tonalidades, de acordo com a cor da pele de cada pessoa, está à venda no site The Tata Top pelo preço de R$ 62. 

No site, Robyn e Lytle, que são casadas, contam que a ideia de criar o biquíni surgiu depois que duas amigas holandesas foram dar um mergulho de topless na praia e foram repreendidas por um salva-vidas. Ele disse que a lei americana proíbe a prática de topless nas praias do país. 

"Queríamos usar senso de humor para lançar luz sobre alguns problemas graves, e ao mesmo tempo sensibilizar as pessoas sobre dois assuntos pelos quais somos engajadas: o câncer de mama e o direito das mulheres. É ótimo criar um produto que faça as pessoas rirem, mas é ainda melhor ser capaz de fazer algo mais sério também", escreveram as empresárias no site em que divulgam o biquíni. Segundo Michelle, a Tata Top foi "a maneira perfeita para agitar as coisas levando as pessoas a questionar as leis americanas".

Robyn e Michelle também informam que parte do dinheiro arrecadado com a venda das peças é destinada a organizações que defendem os direitos das mulheres que são parceiras da iniciativa.