Expressar as emoções pode não ser fácil, mas vale a pena o esforço

Barton Goldsmith - O Estado de S.Paulo

Quando você coloca para fora seus sentimentos, isto aumenta sua capacidade para fazer mudanças e fortalecer o vínculo entre você e seu parceiro

Para algumas pessoas, expressar os sentimentos é como tentar se comunicar numa língua estrangeira. Apesar de a pessoa saber como se sente internamente, descrever este sentimento ou compartilhá-lo com outra pessoa importante em sua vida às vezes é terrível.

Transmitir as emoções de um modo adequado não é fácil para muitas pessoas, mas esta é uma ferramenta importante em todos os aspectos da vida, especialmente no âmbito do relacionamento. Como toda interação, em casa ou no trabalho, tem por base um relacionamento, você se reprime e também o seu prazer se não partilhar o que vem ocorrendo no seu íntimo com as pessoas que lhe são muito caras.

Quando duas pessoas realmente se escutam, a aceitação é profunda e sua relação se intensifica

Quando duas pessoas realmente se escutam, a aceitação é profunda e sua relação se intensifica Foto: Pixabay

Muitas pessoas acham que não vão conseguir expressar corretamente o que estão sentindo ou que serão mal compreendidas. Há também o medo da rejeição, especialmente quando alguém vai transmitir sentimentos muito profundos para alguém que você estima muito. Mesmo aqueles que já têm uma relação muito antiga com outra pessoa podem se sentir amarrados ao tentar manifestar o que vem ocorrendo no seu íntimo.

Muitas vezes em terapia de casais, um ou outro cliente me conta como se sente com relação ao seu parceiro, e eu digo, "diga para ele, não para mim", e costumo pedir para se darem as mãos e olharem nos olhos um do outro ao expor seus sentimentos mais profundos. Só assim as coisas fluem mais facilmente (depois de você superar o mal-estar inicial).

Desenvolver esta capacidade não exige terapia, mas pode tornar mais fácil expressar seus verdadeiros sentimentos quando estiver com uma pessoa que não conhece tão bem. A razão disto é que, quando nos dirigimos a uma terceira parte, neutra no caso, as chances de ser julgado diminuem e tem um aliado para criar algumas ferramentas úteis para o seu desenvolvimento pessoal. Mas eu o animo no sentido de fazer o máximo possível para manter uma conversa com a pessoa que considera a mais importante em sua vida. Crie um ambiente que seja propício para seu parceiro ouvi-lo, Dedique pelo menos uma ou duas horas a um longo bate-papo e exponha de maneira simples os seus sentimentos. 

Comece explicando que aquilo que está sentindo é difícil de expressar por causa do seu medo de ser rejeitado ou de expor de maneira errada e parecer estúpido. Mas se ele, ou ela, for paciente, esta pode ser a melhor conversa que os dois já tiveram um dia. Quando duas pessoas realmente se escutam, a aceitação é profunda e sua relação se intensifica. Ter alguém para compartilhar seus segredos e temores é uma dádiva e alivia o peso que você carrega porque não precisará mais suportar toda essa carga sozinho.

Não sabemos o que o futuro nos reserva, portanto não devemos fazer muitos projetos a longo prazo, mas neste momento continue a conversar o mais possível. Quando você coloca para fora seus sentimentos, isto aumenta sua capacidade para fazer mudanças e fortalecer o vínculo entre você e seu parceiro. 

Então, quem quer começar?

Dr. Barton Goldsmith é psicoterapeuta em Westlake Village, Califórnia 

Tradução de Terezinha Martino