Estilista Pedro Lourenço se lança em novo projeto de moda consciente

Redação - O Estado de S.Paulo

Marca do estilista brasileiro radicado em Londres aponta a sustentabilidade como um valor chave

Um dos looks da Zilver, nova marca do estilista Pedro Lourenço focada em sustentabilidade

Um dos looks da Zilver, nova marca do estilista Pedro Lourenço focada em sustentabilidade Foto: Franklin Rutz/Divulgação Zilver

Pedro Lourenço está de volta e à frente de um novo projeto próprio. É fundador e diretor criativo da marca Zilver. “Zilver é uma mentalidade. Uma que começa uma conversa. O que estamos consumindo? Como estamos fazendo? Qual é nosso legado?”, questiona no primeiro de uma série de posts no Instagram @zilver, sugerindo a sustentabilidade como um valor chave.

O texto continua, meio enigmático. “Encontrando soluções, mesmo quando a resposta está distante. Constantemente evoluindo. Sabendo que Ser Melhor é melhor do que perseguir a perfeição. É um compromisso para melhorar a sustentabilidade, a busca de matérias primas e a responsabilidade social da moda. Um chamado por mudança. Um entendimento das limitações nossas e do mundo”, escreve.

Um dos looks masculinos do novo projeto do estilista: inovação além do design

Um dos looks masculinos do novo projeto do estilista: inovação além do design Foto: Franklin Rutz/Divulgação Zilver

Entre as imagens em preto e branco postadas na rede social, está uma modelo com um look de top faixa usado com uma saia assimétrica da qual um babado sobe deixando a coxa à mostra, e um menino com um jeans reto e escuro com as barras dobradas no alto, revelando a parte interna em branco.

“Zilver é conhecimento. Vamos empoderar nossos clientes com a informação de que precisam para tomar decisões mais conscientes. E vamos compartilhar nossos próprios sucessos (e desafios) com a indústria para empoderar outros a encontrar soluções”, afirma numa outra postagem.

“A moda não é apenas sobre design, ela também é sobre um comprometimento de experimentar e encontrar novas formas, não apenas em termos de novas silhuetas, mas de novas maneiras de manufaturar e produzir de um jeito mais consciente”, afirma Pedro Lourenço. Em um vídeo no site do projeto, zilver.com, há mais imagens dessa primeira coleção.