Entenda por que uma blogueira e uma estilista da Semana de Alta-Costura foram acusadas de racismo

Redação - O Estado de S.Paulo

Miroslava Duma postou uma brincadeira feita pela amiga Ulyana Sergeenko com a música 'Ni**as in Paris'

Miroslava Duma e Ulyana Sergeenko usaram uma palavra que é considerada extremamente racista

Miroslava Duma e Ulyana Sergeenko usaram uma palavra que é considerada extremamente racista Foto: REUTERS/Charles Platiau / REUTERS/Benoit Tessier

A blogueira Miroslava Duma se envolveu em uma polêmica durante esta Semana de Alta-Costura. Tudo começou na noite de segunda, 22, quando ela postou no Stories do Instagram um bilhete que recebeu da amiga Ulyana Sergeenko, estilista que apresentou sua coleção em Paris nesta terça, 23. 

No cartão, estava escrito "Para os meus ni**gas em Paris", fazendo referência à música Ni**gas in Paris, de Kanye West e Jay-Z. A palavra, que era usada por brancos nos Estados Unidos para se referir aos negros como seres inferiores durante e depois da escravidão, começou a ser usada por músicos, principalmente rappers, nos anos 1980, que tentaram mudar seu significado. Hoje, é comum que o termo seja usado entre jovens negros norte-americanos, mas seu uso por brancos ainda é considerado extremamente ofensivo e preconceituoso.

Internautas começaram a criticar a mensagem escrita pela estilista. Entre elas a modelo Naomi Campbell, que compartilhou a imagem e escreveu: "é melhor que isso não seja de verdade". A postagem foi apagada e ambas usaram o Instagram para se desculpar. 

"Acordei nesta manhã com o meu telefone lotado de insultos... Eu nunca dividi as pessoas entre brancos e negros. Kanye West é um dos meus artistas favoritos e NP é uma das músicas de que mais gosto", escreveu Ulyana, em postagem que também foi deletada. "Usamos a palavra com N para nos referirmos umas às outras quando queremos acreditar que somos tão descoladas quanto os caras que cantam isso. Peço desculpas a quem eu possa ter ofendido." 

Miroslava também escreveu um texto mostrando arrependimento: "Eu peço desculpas sinceras pelo meu Stories, que foi apagado. A frase é de uma música do Kanye West e do Jay-Z que possui o mesmo título. A palavra é muito ofensiva, e eu me arrependo de ter a usado. Respeito as pessoas de todas as culturas e detesto racismo e discriminação de todas as formas. Minhas empresas e eu estamos comprometidos com os nossos valores de inclusão e diversidade." 

 

♥️

Uma publicação compartilhada por Miroslava Duma (@miraduma) em

A blogueira, que é uma das fundadoras da marca especializada em produtos para mães e crianças The Tot, foi removida da diretoria da empresa, como foi divulgado em comunicado. "Nós da The Tot estamos muito chocados com o post ofensivo e racista compartilhado na noite de ontem por Miroslava Duma durante a Semana de Alta-Costura. De maneira alguma estas ações refletem os valores da The Tot. Referência cultural ou não, racismo de qualquer forma é inaceitável, independentemente se foi de maneira intencional. Palavras são poderosas e elas machucam. Imediatamente removemos Miroslava Duma de nossa diretoria."