Após críticas, SPFW afirma que deu opção para marcas cancelarem desfiles

Gabriela Marçal - O Estado de S.Paulo

Evento de moda continuou após o modelo Tales Cotta ter um mal súbito na passarela e morrer no hospital

Bombeiro socorre o modelo Tales Cotta durante desfile na SPFW

Bombeiro socorre o modelo Tales Cotta durante desfile na SPFW Foto: EFE/Leco Viana

modelo Tales Cotta, 26 anos, sofreu um mal súbito durante desfile da marca Ocksa na São Paulo Fashion Week (SPFW) e morreu no Pronto Socorro Municipal da Lapa, zona oeste de São Paulo, nesse sábado, 27. A indústria da moda brasileira vêm recebendo fortes críticas porque, mesmo após a fatalidade se tornar pública, a programação do evento seguiu sem alterações. 

Neste domingo, 28, a organização da SPFW enviou um comunicado à imprensa em que afirma que foi informada sobre a morte de Tales às 18h50 e se reuniu com marcas, diretores de desfiles, stylists e modelos e foi dada a opção de cancelamento do evento. 

"Mesmo abalados, todos decidiram manter os desfiles. Foi decidido também pelo minuto de silêncio na abertura de cada um", informa a nota.

Tales Cotta em desfile da grife Ratier na SPFW na sexta-feira, 26

Tales Cotta em desfile da grife Ratier na SPFW na sexta-feira, 26 Foto: Andre Penner/ AP

Leia a nota na íntegra: 

"Esclarecimento

O modelo Tales Cotta teve um mal súbito no desfile da Ocksa e foi prontamente atendido pelos socorristas. Foi levado ao hospital com vida, sem indicação que viria a falecer.

O evento foi informado do falecimento às 18:50.

Com esta notícia, a organização se reuniu com as marcas, diretores de desfiles, stylists e modelos que tinham desfiles na programação, e foi dada a opção de cancelar os mesmos. Mesmo abalados, todos decidiram manter os desfiles. Foi decidido também pelo minuto de silêncio na abertura de cada um.

Lamentamos profundamente a morte de Thales, e mais uma vez prestamos nossas condolências à família. Estamos prestando toda assistência necessária neste triste momento."

Esta foi a primeira apresentação da marca Ocksa na semana de moda de São Paulo. 

O desfile da estilista Flavia Aranha estava marcado para às 17h30. Em uma publicação no Instagram, a designer relata que apenas ficou sabendo do incidente uma hora após o término da apresentação da sua coleção. "Se soubesse não teria desfilado. E sinto necessário tornar essa informação pública. Ficou muito estranho sentir alegria sem saber da dor que ocorria logo ali, do meu lado."

Na passarela do projeto Ponto Firme, último a se apresentar neste sabádo, 27, na SPFW, uma modelo entrou com uma folha de papel com a palavra "luto". Segundo a assessoria de comunicação da iniciativa, não havia informações para serem acrescentadas sobre o esclarecimento do evento divulgado neste domingo, 28.

Modelo durante desfile do projeto Ponto Firme na SPFW

Modelo durante desfile do projeto Ponto Firme na SPFW Foto: Nelson Almeida/ AFP

O E+ entrou em contato com as assessorias de imprensa das marcas Piet, que estava no cronograma do evento às 18h30, e de Cavalera, que estava com o horário das 20h30, mas até o momento não recebeu nem um retorno.

 

SPFWN47: "Qual é a sua Utopia?"

O tema da 47ª edição da SPFW, que começou na segunda-feira, 22, e terminou neste sábado, 27, foi "Qual é a sua Utopia?". "A utopia de um mundo melhor e mais humano, em sintonia com novas demandas e necessidades, propõe uma reflexão sobre onde estamos e o que queremos alcançar com criação. Qual o propósito e a intenção que move o fazer e a realização? Não existem respostas prontas", dizia comunicado enviado pela organização do evento na terça-feira, 23.