Diretor de marketing deixará Victoria's Secret após contratação de modelo trans

Redação - O Estado de S.Paulo

Ed Razek já havia declarado que a marca não deveria lançar modelos transexuais ou plus size

Ed Razek foi quem começou a colocar asas de anjos nas modelos da Victoria's Secret.

Ed Razek foi quem começou a colocar asas de anjos nas modelos da Victoria's Secret. Foto: Carlo Allegri/Reuters

O diretor de marketing da Victoria's Secret deixará o cargo ocupado na L Brands, empresa controladora da marca, ainda este mês, informou a Bloomberg. A saída de Ed Razek ocorre após a contratação da primeira modelo trans, a brasileira Valentina Sampaio, algo que ele já havia criticado.

No ano passado, o executivo fez declarações que repercutiram negativamente.

Em entrevista à Vogue, ele afirmou que a Victoria's Secret não deveria lançar modelos transexuais ou plus size em seu desfile de moda "porque o show é uma fantasia". Mais tarde, o diretor pediu desculpas por suas observações "insensíveis".

Na carta de despedida para os funcionários, Razek afirma que já havia dito à chefe-executiva da L Brands, Les Wexner, que queria se aposentar em meados de agosto. "Com exceção de Les, estou na L Brands há mais tempo do que qualquer um", disse.

O comunicado foi compartilhado pela jornalista Kim Bhasin no Twitter:

Razek, que trabalhou para Les Wexner e L Brands desde 1983, impulsionou a popularidade do desfile anual da Victoria's Secret, realizado pela primeira vez em 1995. Ele foi quem começou a colocar asas de anjos nas modelos, conhecidas como angels da marca.