De aba reta, esportivo, decorado: veja o boné que mais combina com seu estilo

Marília Marasciulo - O Estado de S.Paulo

Peça-chave do streetwear, o acessório não é só para adolescentes e compõe looks estilosos para homens e mulheres. Veja opções de combinações e saiba como fugir do visual teen

Neymar usa o de aba reta. Justin Bieber para trás. Justin Timberlake prefere o modelo tradicional com logotipos. Rihanna curte os que têm frases engraçadinhas - recentemente foi vista em Nova York com um preto que trazia, em branco, os dizeres: "I came to break hearts" ("Eu vim para partir corações"), criação da nova marca parisiense NasaSeasons. Estampados ou lisos, com brilho ou sóbrios: fato é que os bonés estão em alta. E, não, não são só uma modinha de adolescente. Peça-chave do streetwear, eles compõem produções modernas e fashionistas para serem usadas, inclusive, à noite. 

“O boné é um código de estilo tão forte quanto uma camiseta de banda”, afirma o jornalista Jorge Wakabara, editor do site da Lilian Pacce. “Por isso, aparece como elemento que fala sobre a personalidade de quem o veste." Embora fiquem mais evidentes na estação mais quente, por motivos funcionais (já que protegem do sol), os bonés ganharam força nas últimas temporadas como tendência de moda. Marcas internacionais, como Alexander Wang e Céline, e nacionais, como Lolitta, Salinas e Thelure contam com modelos próprios em suas coleções.

Depois de anos de domínio dos modelos com a aba reta, popularizados por rappers e jogadores de futebol, os tradicionais, curvados, começam a voltar à cena. Vai de cada um escolher sua “tribo” e fazer o statement que deseja com o acessório. Os hipsters, por exemplo, apostam na ironia, com bonés de campanha de políticos - em Williamsburg, em Nova York, o que traz o slogan de Donald Trump virou item fashion. Já os mais ligados ao hip-hop costumam preferir as versões estampadas, carregadas de informação e texturas diferentes. 

Vale também exagerar, especialmente se o boné realmente for um elemento para complementar o look em uma balada à noite, por exemplo. Aplicações de acrílico, brilhos e tecidos diferentes dão outra cara ao acessório. E pode esquecer também a regra clássica de etiqueta de que eles não devem ser usados em ambientes fechados. Hoje eles estão liberados na maioria dos ambientes - o importante é, claro, ter bom senso. "Dificilmente será adequado arrematar um terno e gravata em um casamento na igreja com um boné", afirma Wakabara. "Fora situações específicas, vale encontrar um modelo para chamar de seu e lançar mão da peça sem medo."