Como conhecer o namorado e a empresa dos seus sonhos

Erika Ettin - O Estado de S.Paulo

Existem muitas semelhanças entre procurar um emprego e procurar um par romântico; veja dicas que vão lhe ajudar em ambos propósitos

Foto: Pixabay

Uma amiga e vizinha trabalha no recrutamento de executivos. Nós nos conhecemos recentemente e ficamos conversando horas sobre trabalho, porque ambas amamos o que fazemos. Quanto mais conversávamos, mais semelhanças descobrimos entre procurar um emprego e procurar um par romântico. É óbvio que as duas façanhas não são exatamente a mesma coisa. Mas vale a pena considerar as semelhanças:

1. Procure deixar uma boa impressão na primeira vez.

Quantas chances temos de deixar uma primeira impressão? Exatamente uma, e não há como tomá-la de volta ou repeti-la. Evidentemente, um eventual namorado ou uma empresa poderia, e acabará fazendo isto, amá-la como você é. Entretanto, quando as pessoas a conhecem pela primeira vez, ainda não sabem quem você é realmente; elas só sabem que você é a pessoa que está sentada na sua frente ou ao seu lado, portanto é importante pensar um pouco em como deve se comportar.

Em primeiro lugar, a roupa é fundamental para impressionar positivamente.

- Vista uma roupa em que possa sentir-se confiante e atraente.

- Tenha alguns trajes prontos para não ficar estressada por causa disso.

- Vista-se num estilo que transmita quem você é.

- Use um bom perfume.

- Não fique pensando que deveria ter vestido uma outra roupa no encontro ou na entrevista.

- Não se esqueça de que suas roupas nunca serão mais importantes do que sua higiene. Não esqueça de pentear o cabelo e de escovar os dentes, passe seu vestido e faça uma boa depilação.

- Não use uma peça tirada do cesto de roupa suja sobre o qual borrifou um produto contra maus odores.

Não recomendo que você use um tailleur no encontro ou seu sapato de salto 15 para a entrevista, mas um aspecto limpo e bem cuidado produzirá uma ótima primeira impressão. Isto permitirá que a outra pessoa se concentre no que você diz e não no que você veste.

2. Verifique se os objetivos de ambos se combinam.

Se você é morena, por exemplo, como você se sentiria se seu namorado indicasse, na sua frente, que na realidade prefere as loiras? Por outro lado, por que um empregador a contrataria se você indica que sua verdadeira paixão é a fotografia, mas se candidatou a um cargo na área financeira da companhia? Embora a honestidade seja fundamental, é melhor dar respostas indefinidas sobre o futuro. Esta é uma das principais razões pelas quais as companhias não chamam as candidatas... pouco flexíveis. Como falei antes em relação a um encontro, mantenha as portas abertas, e feche-as, se e quando estiver a fim.

3. Não extrapole no que se refere a compartilhar!

Uma cliente me disse recentemente que seu namorado contou os detalhes do seu histórico medico nada interessante. Outra afirmou que seu namorado falava demais da ex. Tenha respostas curtas e rápidas, e profissionais no ambiente de entrevistas. Seu namorado não precisa ficar sabendo os nomes dos seus três últimos namorados (aliás, de nenhum deles!), e seu eventual futuro empregador não está interessado em seus comentários negativos sobre o pessoal de Recursos Humanos em seu atual emprego. Continue positiva e profissional em todos os momentos.

4. Acabe com uma nota forte.

O final é um dos pontos mais reveladores do seu primeiro encontro. Por isso, deixe que seu entrevistador ou namorado tenham conhecimento do seu interesse no final da entrevista, e não se esqueça de sorrir. Além disso, sempre chegue preparada com perguntas. As pessoas acharão que você está mais interessada - mesmo que talvez não seja este o caso - se fizer perguntas pertinentes. Por fim, sempre mande uma mensagem agradecendo (um e-mail no caso da entrevista, de texto se se tratar do namorado) se pensar em aprofundar o papo.

5. Todos gostam de ser amados.

Você encontrou seu patrão dos sonhos? Você sente que é "ele"? No que diz respeito à entrevista, é equivocado achar que você sempre deveria pensar um dia antes de aceitar um cargo. Quanto ao encontro, é um equivoco pensar que você deveria bancar a difícil. É uma grande bobagem - não faça ninguém esperar! Como acha que se sentiria alguém que lhe dissesse: "Amo você" e você respondesse: "Deixe pensar a respeito, depois eu volto". Vá à luta!

Agora que está preparada - vá atrás daquele emprego e daquele cara!

Tradução de Anna Capovilla