Clima de mistério envolve a alta-costura de Jean Paul Gautier

Mercedes Álvarez - O Estado de S.Paulo

Mortiça, Dalia Negra, Twilight e True Blood foram nomes que o estilista francês deu aos modelos que desfilaram

Jean Paul Gaultier recria atmosfera de castelo mal-assombrado em Paris

Jean Paul Gaultier recria atmosfera de castelo mal-assombrado em Paris Foto: Reuters

A passarela de Paris recriou uma atmosfera de castelo mal-assombrado com os modelos fantasmagóricos de Jean Paul Gautier. Mortiça, Dalia Negra, Twilight e True Blood foram nomes que o estilista francês deu aos modelos que desfilaram ao som da música "Sweet Dreams". "Dessa vez não trabalhei muito com cores", disse ele, que se concentrou em looks pretos e brancos, roxo, dourado e prateado.

As mil-folhas de organza, o veludo preto, o guipure, os filamentos metálicos e as peles fizeram acenos explícitos ao romantismo gótico e promoveram uma atmosfera mística.As modelos usavam perucas exageradas decoradas com strass ou com os cabelos cobertos por correntes douradas, lembrando "hijab" árabes.

Materiais luxuosos e saias exageradas dividiram a cena com luvas pretas e unhas vermelhas

Materiais luxuosos e saias exageradas dividiram a cena com luvas pretas e unhas vermelhas Foto: Reuters

Materiais luxuosos e saias exageradas dividiram a cena com luvas pretas e unhas vermelhas. "Eu adoro desenhar alta-costura", confessou Gautier, que começou a linha 1987, vendendo apenas dois modelos, e agora assegura uma divisão "rentável" para a maison.