Burberry, L'Oréal e outras marcas se unem para acabar com a crise do plástico

Redação - O Estado de S.Paulo

Iniciativa das empresas visa acabar com a poluição gerada pela indústria

Pilhas de plástico em uma usina de reciclagem na Malasia

Pilhas de plástico em uma usina de reciclagem na Malasia Foto: REUTERS/Lai Seng Sin

O plástico está se tornando um grande problema ambiental para o planeta e, segundo relatório do Fórum Econômico Mundial, em 2050 terá mais plástico do que peixes no oceano. Apesar de as pessoas poderem minimizar esse problema evitando o uso de descartáveis e dando um destino certo ao lixo, a indústria precisa tomar medidas para diminuir o uso do material. 

Na segunda, 29, as empresas Burberry, H&M, L'Oréal, Unilever, Selfridges, Stella McCartney, Target e Inditex assinaram um acordo com o Compromisso Global da organização New Plastics Economy para "erradicar os resíduos plásticos e a poluição na fonte." 

"Sabemos que tirar o plástico das praias e do mar é vital, mas isso não para o volume do material que cai no oceano", explica Dame Ellen MacArthur, representante da Ellen MacArthur Foundation, responsável pela iniciativa. "Precisamos mover nossos esforços para a fonte. O Compromisso traça uma estratégia com empresas e governos ao redor do mundo, para nos unirmos para estabelecer uma visão do que precisamos para criar uma economia circular para o plástico."

A princípio, as marcas que assinaram o acordo terão que agir em três instâncias. A primeira é eliminar o plástico supérfluo de embalagens. A segunda encoraja a inovação, estimulando que tudo feito a partir do material seja reciclável, compostável ou reusável até 2025. E a última estimula a vida longa e a maior circulação do plástico antes que ele seja jogado fora.