Boicote pode ter tirado Gigi Hadid do desfile da Victoria's Secret

Redação - O Estado de S.Paulo

Modelo explicou no Twitter que não poderá ir para a China para a apresentação da marca

Gigi Hadid participiou dos últimos dois desfiles da Victoria's Secret

Gigi Hadid participiou dos últimos dois desfiles da Victoria's Secret Foto: REUTERS/Charles Platiau

O próximo desfile da Victoria's Secret ocorre no dia 20 de novembro, em Shangai, mas não contará com a presença de Gigi Hadid, apesar dela ter sido escalada para o evento. No Twitter, a modelo explicou que não poderá comparecer na apresentação: 

"Estou chateada que não conseguirei ir à China neste ano. Amo minha família VS, e estarei com todas as minhas meninas em espírito!! Mal posso esperar para assistir com todo o mundo este belíssimo show, que eu sei que será, e já estou ansiosa para o ano que vem!" 

Apesar de ela não ter deixado claro o motivo de sua ausência, existem duas teorias. A primeira é de um boicote que estava sendo promovido por um grupo de internautas, que usaram a #GigiGetOutChina (Gigi Saia da China, em português), para mostrar sua insatisfação com a chegada da top no país, por causa de um vídeo postado por sua irmã, Bella, em fevereiro. 

Nas imagens, Gigi aparece segurando uma estátua de Buda, imitando seus olhos e rindo. O vídeo, considerado racista, foi muito criticado e apagado das redes sociais. 

A segunda explicação seria por que ela não teria conseguido o visto de entrada na China. Pelo menos seis modelos, entre elas as russas Irina Sharipova e Julia Belyakova e a ucraniana Dasha Khlystun, já divulgaram que não estarão na apresentação por não terem seus documentos aprovados. 

Confira todas as novidades da próxima edição do desfile da Victoria's Secret:

REUTERS/Charles Platiau
Ver Galeria 9

9 imagens