Armani apresenta linha primavera leve e arejada em Milão

Marie-Louise Gumuchian - Reuters

Estilista selecionou cores suaves e cortes folgados para a coleção exibida na Semana da Moda italiana

Modelos apresentam criações da Emporio Armani durante a Semana da Moda de Milão, na Itália.

Modelos apresentam criações da Emporio Armani durante a Semana da Moda de Milão, na Itália. Foto: Matteo Bazzi/EPA/EFE

O estilista italiano Giorgio Armani escolheu uma silhueta leve e arejada para a linha Emporio Armani que exibiu na Semana da Moda de Milão, nesta quinta-feira, 19. Ele selecionou cores suaves e cortes folgados para a coleção de primavera da marca.

O profissional veterano, chamado afetuosamente de 'Rei Giorgio' na Itália, batizou a coleção primavera/verão 2020 de Ar, sublinhando o visual das roupas.

Tons suaves de rosa, azul, cinza e bege dominaram a passarela, em que as modelos desfilaram sob uma iluminação de céu azul com jaquetas e calças enrugadas, estas retas ou na altura do tornozelo.

As calças apareceram listradas, em seda e com risca de giz, e às vezes também com transparências, e as jaquetas eram de gola redonda, wrap around ou atadas no pescoço. Os guarda-pós e blazers eram brilhantes ou com tule bordado, e os tops cortados ou longos e soltos.

Cortes folgados marcaram as criações de Giorgio Armani na Semana da Moda de Milão.

Cortes folgados marcaram as criações de Giorgio Armani na Semana da Moda de Milão. Foto: Tiziana FABI/AFP

O estilista de 85 anos, conhecido por seus desenhos simples e elegantes, apresentou uma variedade de vestidos de tule que também eram leves e arejados. As modelos ainda vestiram macacões e cintos prateados grandes.

"A cidade é o horizonte, a atitude é descontraidamente feminina", dizia o catálogo. "Uma coleção na qual as linhas limpas vêm de um jogo de subtrações... o equilíbrio de cores e superfícies suaves que são gastas, enrugadas, atenuadas ou trabalhadas criam uma sintaxe de estilo vaporoso e imaterial."

Vestidos e macacões leves da Emporio Armani fazem partes da coleção primavera/verão 2020 que foi intitulada de 'Ar'.

Vestidos e macacões leves da Emporio Armani fazem partes da coleção primavera/verão 2020 que foi intitulada de 'Ar'. Foto: Alessandro Garofalo/Reuters

Embora a paleta de cores fosse sobretudo neutra, houve rompantes de verde ácido e azul brilhante pontuando a apresentação, que ainda incluiu trajes de verão folgados e calças para homens, às vezes sem camisa.

Para a moda noite, a iluminação da passarela escureceu e as modelos desfilaram em vestidos prateados cintilantes adornados com lantejoulas e cristais reluzentes. Tops prateados metálicos foram combinados com calças leves com transparências.

Cores neutras também foram a marca do desfile da Armani na Semana da Moda de Milão.

Cores neutras também foram a marca do desfile da Armani na Semana da Moda de Milão. Foto: Alessandro Garofalo/Reuters

As modelos usaram chapéus e óculos escuros e carregaram bolsas de plexiglas. Os calçados consistiram em uma gama de sapatilhas enfeitadas com brilhos e sandálias, além de tênis prateados chamativos, alguns até o joelho.

Tons suaves de rosa, azul, cinza e bege dominaram a passarela.

Tons suaves de rosa, azul, cinza e bege dominaram a passarela. Foto: Alessandro Garofalo/Reuters

A Semana da Moda de Milão é a terceira etapa da temporada de um mês de desfiles primavera/verão 2020, que começou em Nova York e inclui Londres e Paris.

Os desfiles de Milão, que incluíram apresentações de outros pesos pesados da moda como Gucci, Versace e Dolce & Gabbana, vão até segunda-feira, 23.