Apartamento 03 faz estreia cheia de poesia e primoroso trabalho manual

Marina Domingues - O Estado de S.Paulo

Em tempos de moda rápida, marca mineira, que pertence ao Grupo Nohda, destacou texturas ricas e detalhes ricos

Trabalho com o tecido foi o grande protagonista do desfile do Apartamento 03

Trabalho com o tecido foi o grande protagonista do desfile do Apartamento 03 Foto: Estadão

O filme Dersu Uzala, do diretor japonês Akira Kurosawa, foi o fio condutor do desfile de estreia da Apartamento 03. Luis Cláudio, estilista da marca, contou que escolheu o longa por acreditar que o momento da grife se relaciona com ele, já que trata de amizade, gratidão e envelhecimento. “Está ligado ao nosso amadurecimento, que é o que estamos passando agora, depois de oito anos de trabalho”, conta.

Partindo desse princípio, Luiz se baseou na história de Dersu Uzala, um caçador. De maneira livre, a marca explorou uma floresta noturna, com tons escuros, como preto, azul, verdes e cinzas, e, nas estampas, ressaltou as formas e desenhos desse cenário, como galhos e folhas. Para quebrar a rigidez, listras ganharam a passarela, em tons mais leves.

Mas o grande protagonista da apresentação foi o meticuloso trabalho com os tecidos. Em camadas, babados, tressê, dobraduras, tiras de seda enviesada, plissado, chiffon de seda com aplicações, a grife mostrou que existem infinitas possibilidade de se trabalhar com a matéria-prima. O resultado são formas amplas e orgânicas, que às vezes tinham ares orientais, como os coletes desconstruídos, que traziam ares de uniformes de guerreiros e kimonos. O shape afastado do corpo surge também em calças, com bocas extra-largas, e em vestidos-casulo. Uma das melhores estreias da temporada, que uniu dramaticidade e pinceladas orientais de maneira elegante.

Juan Guerra/AE
Ver Galeria 9

9 imagens