Sem calcinha no tapete vermelho: modelos mostram demais no Festival de Veneza

- O Estado de S.Paulo

A italiana Giulia Salemi e a brasileira Dayane Mello usam fendas vertiginosas e sofrem exposições indesejadas

A brasileria Dayane Mello usou vestido ousado na premiére do filme "The Young Pope", no festival de Veneza

A brasileria Dayane Mello usou vestido ousado na premiére do filme "The Young Pope", no festival de Veneza Foto: REUTERS/Alessandro Bianchi

Destaque pelos looks exuberantes, o red carpet do Festival de Cinema de Veneza causou burburinho nas redes sociais no domingo, 4. Tudo isso por causa dos looks do estilista Matteo Evandro Manzini usados pelas modelos Giulia Salemi e Dayane Mello, que tinham fendas profundas e chegavam até a mostrar as partes íntimas, colocando a italiana e a brasileira em uma situação embaraçosa. 

As modelos Giulia Salem e  Dayane Mello chamaram atenção com seus vestidos com fendas vertiginosas, criados pelo designer Matteo Evandro Manzini.

As modelos Giulia Salem e  Dayane Mello chamaram atenção com seus vestidos com fendas vertiginosas, criados pelo designer Matteo Evandro Manzini. Foto: EFE/EPA/CLAUDIO ONORATI

Em seu Instagram, Giulia se defendeu e contou que não esperava ter sofrido a exposição. "Quem me conhece sabe que não é da minha personalidade me expor de propósito. Usei o vestido de um amigo para apoiá-lo. Peço desculpas pelo ocorrido. Eu aceito críticas construtivas, mas isso passou dos limites", explica.