Nova campanha da C&A com modelo plus size causa polêmica na internet

- O Estado de S.Paulo

Internautas criticam a marca de fast fashion por considerarem que imagem não representa, de fato, as mulheres gordas

A modelo Maria Luiza Mendes na campanha da C&A.

A modelo Maria Luiza Mendes na campanha da C&A. Foto: Divulgação

A C&A acaba de lançar sua nova campanha de jeans com o tema “diversidade”, estrelando modelos com biótipos diferentes. Para representar o público plus size, a marca apostou na modelo Maria Luiza Mendes, que aparece em fotos com os dizeres: "Sou gorda & sou sexy". Nas redes sociais, os internautas criticaram a escolha da modelo, considerada pelos internautas uma mulher curvilínea. O episódio causou polêmica e várias ativistas se posicionaram.

“Para mim, o problema é realmente a associação errada da palavra gorda com uma mulher esguia, com barriga reta e pernas finas. O problema é a marca se apropriar de uma causa que ela não apoia de fato”, diz a jornalista e blogueira Juliana Romano, em entrevista ao Moda e Beleza Estadão. “A C&A não faz roupa para gorda, ela faz uma numeração que não atende quase nenhuma de nós, então acho mesmo que essa campanha foi uma tentativa descarada de surfar na onda da aceitação, tratando o tema de forma leviana e sem comprometimento. Além da irresponsabilidade, já que essa imagem ajuda a reafirmar o padrão de magreza."

A jornalista e blogueira Juliana Romano.

A jornalista e blogueira Juliana Romano. Foto: Reprodução/Ju Romano

Confira a repercussão nas redes sociais.