'Meu estilo transmite tudo o que constrói minha personalidade', diz astro da NBA Kyrie Irving

Anna Rombino - Especial para O Estado de S. Paulo

Garoto-propaganda da nova coleção da Nike, o jogador de basquete do Cleveland Cavaliers fala de moda, carreira e legado

O astro da NBA Kyrie Irving é o novo garoto-propaganda da Nike

O astro da NBA Kyrie Irving é o novo garoto-propaganda da Nike Foto: Divulgação

Aos 24 anos, o jogador Kyrie Irving está no topo do basquete mundial, ao lado de LeBron James, Stephen Curry e James Harden. Ele vive o melhor momento da sua carreira: na temporada de 2015/16, ajudou a levar o Cleveland Cavaliers ao seu primeiro campeonato da NBA. Também fez parte do Dream Team, como é conhecida a seleção de basquete dos Estados Unidos, que conquistou a medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro. 

Com tantos predicados, o atleta foi eleito um dos integrantes da campanha da nova coleção da Nike, batizada de Tech Pack, ao lado do jogador de futebol Neymar Jr. e do tenista Rafael Nadal. "Pelo menos para mim, ninguém pode julgar o outro simplesmente a partir do que ele ou ela veste", diz Kyrie. 

Na nova linha, a marca esportiva traz novas versões do moletom, que ganhou estrutura que segura o ar e mantém o corpo aquecido, e mangas com texturas coloridas que mudam conforme o movimento do corpo (a peça fez sucesso no pódio dos Jogos Olímpicos). Sobre moda, música e carreira, o garoto-propaganda Kyrie Irving fala na entrevista a seguir. 

'Meu estilo transmite todas as coisas que construíram a minha personalidade', disse o jogador Kyrie Irving

'Meu estilo transmite todas as coisas que construíram a minha personalidade', disse o jogador Kyrie Irving Foto: Divulgação

O que você sente quando está competindo?

Uma espécie de transe. Todo o trabalho árduo e a preparação de antes me deixam prontos para competir, me ajudam a entrar no clima. Fico totalmente concentrado.

O que incentiva você a continuar trabalhando e melhorando dia após dia?

A possibilidade de atingir algo maior, de chegar à grandeza. Isso é resultado de ter visto o pessoal que veio antes e  seus êxitos no esporte. Eles prepararam o terreno para mim e para outros jogadores e faço o máximo para dar continuidade a esse trabalho, mas é claro que quero traçar meu próprio caminho.  Espero servir de inspiração para a geração mais nova, preparar o terreno para eles, assim como fizeram comigo. 

O que você pretende deixar como herança depois de se aposentar?

Quero deixar um legado bonito, ser lembrado como um cara que trabalhou com afinco, que perseverou, resistiu e, mais importante, venceu. 

Você se interessa por moda? 

O que me interessa na moda é a facilidade que ela oferece de criar um estilo próprio. Pelo menos para mim, ninguém pode julgar o outro simplesmente a partir do que ele ou ela veste. É possível ter um ou vários estilos, e ainda assim ser você mesmo. Meu estilo transmite todos os lugares e todas as coisas que construíram a minha personalidade: Nova Jersey, o skate, o basquete, musicais e tudo o que existe aí no meio. 

Qual o seu estilo?

Sou super relaxado. Eu me inspiro um pouco no skate: jeans mais justos, um tênis Nike SB e um moletom com capuz. Aliás, gostaria de ter mais tempo para andar de skate, mas a agenda de treinos durante a temporada de basquete não permite isso.