Visita é para apoiar fiéis na região

Leda Balbino - O Estado de S.Paulo

ENTREVISTA - Hugh Goddard: Universidade de Nottingham

Hugh Goddard, professor de Relações entre Cristãos e Muçulmanos da Universidade de Nottingham, analisa a viagem de Bento XVI e diz que seu principal objetivo é encorajar comunidades cristãs da região. Quais são os objetivos de Bento XVI com essa visita?Seu principal propósito é mostrar apoio às comunidades cristãos da região, sendo secundário melhorar as relações com muçulmanos e judeus. A proporção de cristãos em Israel e territórios palestinos decaiu dramaticamente em 60 anos. A visita do papa pretende lembrar o mundo da existência dessas comunidades e das dificuldades que enfrentam.Quais são os principais desafios?Na Jordânia, houve o desafio de dar voz aos 4% de cristãos sem alienar a maioria muçulmana. Ao mesmo tempo, teve de buscar melhorar relações com muçulmanos sem desagradar aos judeus ou cristãos que suspeitam do que descrevem como ?capitulação? ao Islã.A viagem possibilitará melhora da relação entre Vaticano e Israel?Há várias questões. Algumas são práticas, outras históricas ou teológicas. O papa deverá tentar avançar em todas, mas é improvável que sejam resolvidas só nesta viagem.