USP recebe hoje calouros deste ano

- O Estado de S.Paulo

Aulas dão lugar a ?trote solidário? na tentativa de evitar exageros

As aulas na Universidade de São Paulo (USP), durante esta semana, darão lugar a atividades da semana de recepção aos calouros. Nos sete câmpus da instituição - São Paulo, Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto e São Carlos -, os novos alunos participam de atividades de integração com os estudantes de semestres anteriores. Conte a sua história de trote A semana de recepção aos calouros foi institucionalizada pela universidade em 1998 para promover a integração dos novatos com os veteranos de uma forma diferente dos trotes tradicionais. O objetivo é evitar que a recepção se transforme em atos violentos e substituí-los pelo "trote solidário" - atividades que expressem valores como humanismo e solidariedade.Algumas das atividades planejadas pelos centros acadêmicos da universidade são: campanhas de doação de sangue, arrecadação de alimentos, doação de livro, visitas a instituições de assistência social, mutirão de coleta seletiva além de oficinas, apresentações culturais e esportivas e palestras.EXAGEROSDez anos após a morte do calouro de Medicina da USP, Edson Tsung Chi Hsueh, casos de "exageros" continuam acontecendo. Na semana passada, em São Paulo, dois alunos foram parar no hospital após serem forçados a ingerir bebida alcoólica. Em Leme, a 188 km de São Paulo, um aluno do curso de Veterinária do Centro Universitário Anhanguera Educacional foi internado na Santa Casa local após ser ferido com um chicote e forçado a beber pinga.Em Santa Fé do Sul, a 623 quilômetros da capital, pelo menos quatro alunos da Fundação Educacional de Santa Fé do Sul tiveram seus corpos queimados por produtos químicos. Uma estudante do segundo ano de Pedagogia foi identificada como uma das autoras do caso de violência.