Unesp investe desde 2006 em equipamento e infraestrutura

Ana Bizzotto - O Estado de S.Paulo

Única das 3 estaduais de SP a participar da avaliação nacional, instituição também busca capacitar docente

Uma das mais bem colocadas na avaliação divulgada pelo Ministério da Educação, a Universidade Estadual Paulista (Unesp) diz que a posição é resultado das melhorias que vêm sendo adotadas na graduação.

Dos 30 cursos avaliados, a instituição ficou em primeiro lugar do País em quatro: Biologia, Letras, Química e Matemática. Além disso, teve nota máxima no Conceito Preliminar de Curso (CPC) em 22 dos 68 cursos da instituição avaliados.

Para a pró-reitora de graduação da Unesp, Sheila Zambello de Pinho, a melhoria nos cursos contribuiu. Desde 2006, foram investidos R$ 21 milhões em infraestrutura, instalações e equipamentos nas 33 faculdades e institutos distribuídos em 23 cidades do Estado.

A instituição também têm investido na capacitação dos professores e na produção de material didático a preço de custo para os alunos.

"Esses três programas se integram com o objetivo de melhorar a qualidade do ensino de graduação", afirma ela.

BOICOTE

Apenas 13 cursos receberam conceito 1 ou 2, os mais baixos, no Exame Nacional de Desempenho do Estudante (Enade). Segundo a pró-reitora, as notas muito baixas geralmente estão relacionadas ao boicote ao exame. "Em anos anteriores, tivemos muitos problemas com boicote. Os professores foram orientados a conversar com os alunos para que eles façam o exame. Tem dado resultado."

O Enade faz parte do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), criado em 2004 pelo MEC para substituir o Provão. A Unesp participa do exame desde a sua criação, enquanto a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) optaram por não aderir. Ambas universidades não participam até hoje.

A decisão da USP e Unicamp leva em conta a autonomia das universidades estaduais paulistas, que as desobriga de participar do exame nacional.

Com o intuito de discutir o processo de avaliação do Enade, a Unesp promoveu em 2008 o Fórum de Avaliação do Ensino Superior, que teve a presença do presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Reynaldo Fernandes, do reitor e dos coordenadores de curso.

Após o encontro foi criada uma comissão que continuou as discussões e elaborou um relatório com sugestões de melhorias para a avaliação. O documento deve ser entregue nos próximos dias ao Inep e ao Conselho Estadual de Educação.