Um pequeno impacto na previdência

ROSANGELA DOLIS - O Estado de S.Paulo

A nova expectativa de vida vai provocar redução, ainda que pequena, nos benefícios da Previdência Social que forem concedidos a partir deste mês e até novembro de 2008. A redução média é de 0,42% e varia de acordo com a idade e o tempo de contribuição do trabalhador que está pedindo o benefício, segundo o atuário Newton Conde, professor da USP e diretor da Conde Consultoria. No entanto, desde 2000, quando a expectativa de vida passou a ser usada no cálculo do benefício inicial, a redução média acumulada no valor da aposentadoria está em 13,3%, para homens, e 11,5%, para mulheres.Quanto maior a expectativa de vida ao pedir a aposentadoria, menor o fator previdenciário e menor o valor da aposentadoria. Para aposentadoria de um homem aos 55 anos de idade com 35 anos de contribuição, o fator previdenciário no mês passado era de 0,7345 e passa a ser 0,7285 - uma redução de 0,82%. Isso significa que esse trabalhador, se tiver média de salário de contribuição de R$ 1 mil, vai ter benefício inicial de R$ 728,53 e não mais de R$ 734,48, como ocorria até o mês passado.Para não sofrer redução em relação ao que teria direito em novembro, os trabalhadores precisariam adiar o pedido de aposentadoria por três a seis meses. Se considerar o equivalente ao que receberia em 1999, o tempo a mais de contribuição é de cerca de dois anos e três meses.